Category

RIO GRANDE DO NORTE

Category

O Governo do Rio Grande do Norte anunciou na noite deste domingo (21) que vai decretar situação de emergência por enxurrada nos municípios de Fernando Pedroza, Angicos e Santana do Matos. Neste último, a cabeceira de uma ponte na RN-041 foi destruída pela força das águas do Rio São Miguel. Dois veículos foram arrastados pela correnteza. Duas pessoas foram resgatadas com ferimentos leves.

A enxurrada no Rio São Miguel também levou os canos de uma adutora que passava na margem da RN-041. Com a adutora danificada, quatro comunidades rurais na região estão sem água. Não há previsão para a retomada do abastecimento.

De acordo com a Companhia de Águas e Esgotos do RN, as localidades afetadas são Santa Maria, São José da Passagem, Tapuia e Mulungu. A Caern informou ainda que só será possível realizar os reparos na tubulação depois que o nível da água baixar.

A enxurrada

A enxurrada aconteceu por causa da ruptura das paredes das barragens São Miguel 1, Vavá 1 e São Pedro, todas no município de Fernando Pedroza. Outros reservatórios da região também correm alto risco de rompimento.

Com a situação de emergência decretada, será possível dar suporte técnico e receber recursos por parte do Governo Federal.

“Com a ruptura da parede do açude São Miguel 1, Vavá 1 e São Pedro, todos de propriedade privada, há o alto risco de rompimento da barragem Vavá 2 e São Miguel 2, em Fernando Pedroza. O preocupante, segundo a Defesa Civil, é que este último se trata de açude de maior volume de água com relação aos que já romperam. Ainda não é possível informar quantas pessoas seriam afetadas com a possível ruptura da parede desses açudes”, destacou o governo.

BR-304

A Defesa Civil também vistoriou, neste domingo (21), a ponte na BR-304 que está em situação crítica devido à erosão provocada pela forte correnteza ocorrida da noite do sábado (20). Já foram acionados o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Mais chuvas

Segundo a gerência de meteorologia da Emparn, as condições continuam favoráveis à ocorrência de chuvas em todas as regiões do estado. Nos próximos dias, além da atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), tem também a chegada de uma frente fria que pode contribuir para o aumento de chuvas, principalmente no interior.

Fonte: G1 RN

Foto: Defesa Civil de Santana do Matos

As fortes chuvas que caem no Rio Grande do Norte desde este sábado (20) destruíram trecho de uma ponte na rodovia estadual RN-041, que liga o município de Santana do Matos, localizado a 191 quilômetros de Natal, à BR-304. Houve ainda um o rompimento de um açude na cidade Fernando Pedroza, que encheu outro reservatório pequeno da região. Um transbordamento também cobriu de água parte da BR-304, no km 160.

De acordo com o técnico da Emater-RN e servidor da Defesa Civil de Fernando Pedroza, Nelielson Lemos da Silva, o trecho da rodovia ficou destruído e durante a madrugada deste domingo (21) um carro caiu na água. A Defesa Civil foi acionada para fazer o resgate do motorista do veículo, de 57 anos, que se apoiou em uma árvore dentro da correnteza.

“Ele tinha ido de Mossoró passar a Semana Santa com a família em Santana do Matos e não sabia que a ponte tinha caído”, explicou Nelielson. O técnico da Defesa Civil informou que passaram a noite no resgate, mas o homem foi socorrido e levado para o hospital da região e passa bem. A Defesa Civil do RN informou que havia outra pessoa no veículo e que também foi resgatada.

O prefeito de Santana do Matos, Erivaldo Júnior publicou um vídeo nas redes sociais na manhã deste domingo (21) no trecho onde a ponte foi destruída, mostrando a situação e pedindo ajuda ao Governo do Estado. “Estou fazendo apelo ao governo para ajudar na recuperação dessa rodovia que é um acesso tão importante para nossa região. Peço que auxilie na solução do problema. Estamos aqui junto com as Defesas Civil do Estado e Município, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, trabalhando para tentar minorar a gravidade desse acontecimento”, ressaltou Erivaldo Júnior.

De acordo com a PRF, o trecho da rodovia BR-304 não chegou a ficar interditado e está liberado para o tráfego. Já a RN 041 continua com o trânsito interrompido devido à destruíção da ponte. As Defesas Civil Estadual e Municipal enviaram comunicado informando que o tráfego na ponte na altura da Fazenda São Miguel está totalmente interditado.

A Defesa Civil do RN divulgou nota à imprensa nesta manhã informando sobre a situação e monitoragem do local onde a ponte desabou. Segundo a nota, a equipe da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil se deslocou na noite deste sábado (20) para atender ocorrência de rompimento da barragem privada São Miguel 1, no município de Fernando Pedroza, devido às intensas chuvas que ocorreram na localidade. Houve o rompimento da RN-041 e durante a noite foi realizado o resgate de duas pessoas que estavam em um veículo que foi arrastado pelas águas. Segundo o coordenador estadual de Defesa Civil, tenente-coronel BM Marcos de Carvalho, em virtude do rompimento que provocou dano na ponte, o veículo caiu e foi levado pela enxurrada. Os ocupantes do carro conseguiram sair e foram resgatados pela equipe da Defesa Civil.

Juntamente às coordenadorias municipais de Defesa Civil, está sendo realizada neste domingo vistoria nas barragens que receberam as águas do rompimento do São Miguel 1 nos municípios de Fernando Pedrosa, Angicos e Ipanguaçu, no açude Pataxó. Equipes do Corpo de Bombeiros estão presentes em apoio às ações da Defesa Civil Estadual.

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, se pronunciou através de perfil no instagram que está acompanhando a situação de perto e está tomando as providências. De acordo com Fátima Bezerra, todos os órgãos envolvidos estão em ação conjunta, sob a coordenação dela, com o objetivo de minimizar os problemas causados pelo rompimento. Estão com equipes no local, além da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, o DER, Caern e Igarn.

Fonte: OP9

O Núcleo de pesquisa e o Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal), realizou pesquisa nas duas primeiras semanas do mês de abril em 20 estabelecimentos comerciais da cidade do Natal, aferindo os valores praticados sobre 45 tipos variados de ovos de chocolates das marcas Garoto, Lacta e Nestlé e quatro tipos de caixas de bombons das marcas Lacta, Arcor, Garoto e Nestlé.

Neste ano, os ovos de chocolate para a Páscoa estão mais 16,23% mais caros em comparação com o mesmo período de 2018. Em 2018, o valor médio foi de R$ 20,61 e para este ano a pesquisa encontrou um preço na faixa de R$ 24,60. Quanto às caixas de bombons, o movimento foi contrário. Houve uma queda de 3,74% no preço médio das caixas de chocolate.

A equipe de pesquisadores do Procon percorreu os estabelecimentos de Natal com o objetivo principal de orientar os consumidores em suas compras neste período, e também, para verificar possíveis diferenças de preços entre os mesmos. Uma das constatações desta pesquisa é que em um total de 51 tipos de chocolates pesquisados, 47 tiveram redução nos preços médios da primeira para a segunda semana, demonstrando que ao se aproximar a páscoa a tendência dos preços é diminuir.

Acompanhando e evolução dos preços dos produtos pesquisados, o Núcleo de pesquisa encontrou uma variação de 93,58% entre o maior e o menor preços praticados no comércio, sendo o maior R$ 59,99 e o menor R$ 30,99 para o mesmo produto.

O Procon Natal, recomenda aos consumidores que para garantir o chocolate da páscoa economizando, acessem a pesquisa para conferir os preços por estabelecimento antes de comprar. Uma vez que todo ano na última hora os estabelecimentos não têm mais uma grande variedade de seus produtos. Aos que não têm preferência de ovos específicos, a tendência é que nos últimos dias que antecedem o domingo de páscoa haja grandes queimas de estoque, como têm se verificado há anos, porém sem muita opção de escolha.

Fonte: Agora RN

Foto: Agência Brasil

Conhecida há quase quatro décadas por norte-riograndenses e turistas, a Feirinha de Pium deverá ser transferida de local, em até 120 dias, por determinação da Prefeitura de Parnamirim. Visitantes e comerciantes estão com opiniões divididas sobre a mudança de local.

Na manhã da última quinta-feira (18), o Diário Oficial do Município decretou a desapropriação do espaço. A solicitação de modificação do local foi feita pelos moradores da região junto ao Tribunal de Justiça. O novo lugar para as atividades dos comerciantes ficará a mais ou menos cem metros do atual.

Há mais de vinte anos atuando na feirinha, Railson Cordeiro espera que o novo local atenda às necessidades dos frequentadores e dos feirantes. Ele diz ainda que cada comerciante deverá ter devido ponto, de forma mais organizada.

Fonte: OP9

Um comerciante viveu momentos de terror na manhã da quarta-feira (17) no município de Parnamirim, Região Metropolitana de Natal. A vítima, que preferiu não se identificar, revelou que trafegava pelo bairro Jardim Planalto quando foi abordado por três criminosos. O roubo ocorreu por volta das 9h. “Eu parei o carro na frente de um mercadinho e uns três minutos depois, eles chegaram anunciando o assalto. Um deles veio apontando a arma para mim e mandando eu entregar o carro”, contou o comerciante.

O que mais chamou a atenção do comerciante e de moradores da região foi que os assaltantes agiram sem se preocupar com as outras pessoas que passavam pelo local. Minutos após o assalto a polícia foi acionada e conseguiu interceptar os criminosos em outro bairro de Parnamirim. Houve troca de tiros e um dos bandidos acabou ferido e morreu no hospital. O veículo da vítima foi recuperado.

Fonte: OP9

O Rio Grande do Norte foi o segundo estado em todo o Brasil que registrou a maior redução no número de homicídios nos primeiros dois meses de 2019. A informação foi divulgada pelo sistema “Monitor da Violência”, do portal G1.

De acordo com a análise, o estado potiguar conseguiu, em comparação aos dois primeiros meses de 2018, uma diminuição de 41,9% de assassinatos. O Rio Grande do Norte só ficou atrás do Ceará, que chegou a 57,9% na diminuição das mortes. A média geral do país foi de 25%.

Em números, o Rio Grande do Norte registrou em janeiro 119 homicídios, e mais 93 em fevereiro. Um total de 212 assassinatos. Já em 2018, o estado contabilizou 365 mortes entre janeiro (197) e fevereiro (168).

Em 25 estados e no Distrito Federal, a quantidade de homicídios nos dois primeiros meses deste ano chegou a 6.856. O único estado que não informou seu relatório foi o Paraná. Excluindo o estado sulista, houve 9.094 assassinatos no mesmo período de 2018 – queda de 25%.

Fonte: Agora RN

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na terça-feira, 16, durante reunião pública ordinária de diretoria, reajuste nas tarifas dos consumidores da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern). Conforme tabela divulgada pela Aneel, o reajuste para consumidores cativos que usufruem de baixa tensão em média chegará a 5,48%.

A concessionária atende 1,4 milhão de unidades consumidoras localizadas em 167 municípios do Estado do Rio Grande do Norte. Os novos índices entram em vigor a partir da próxima segunda-feira, 22.

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais. O presente processo tarifário foi impactado pelos custos de aquisição de energia e componentes financeiros referentes a compra de energia e risco hidrológico.

O pagamento do empréstimo da Conta ACR e ajustes em rubrica (retirada CDE Decreto) da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) ajudaram a reduzir o reajuste em aproximadamente – 4,62%. A Conta-ACR foi um mecanismo de repasse de recursos às distribuidoras para cobertura dos custos com exposição involuntária no mercado de curto prazo e o despacho de termelétricas entre fevereiro e dezembro de 2014. A quitação antecipada Conta-ACR foi anunciada em (20/3) durante entrevista coletiva realizada na sede da ANEEL, em Brasília. Leia mais.

Confira abaixo os índices que serão aplicados:




O efeito médio da alta tensão refere-se às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

Fonte: Agora RN

Acontece nesta quinta-feira, 18, a partir das 8h, a Missa dos Santos Óleos. Ela será realizada na Catedral Metropolitana de Natal e presidida pelo arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha.

Esta é a última celebração tradicional da Semana Santa antes do chamado Tríduo Pascal, e a expectativa é que todos os padres da Arquidiocese estejam presentes, bem como diáconos, religiosos e populares.

O ritual consiste na bênção dos óleos dos catecúmenos (aqueles que se preparam para receber o batismo); dos enfermos e a consagração do óleo do Crisma, usado pelas paróquias nos Sacramentos do Batismo, Unção dos Enfermos e Crisma.

Ainda na Missa dos Santos Óleos, também será celebrada a Unidade da Igreja. Nesta parte do ritual, o bispo reúne o clero, os religiosos e populares em torno do altar. Os padres renovarão suas promessas sacerdotais, enquanto que os fiéis se comprometerão a rezar pelo bispo.

Fonte: Agora RN

Foto: Arquidiocese de Natal

A construção do Hospital da Mulher em Natal, obra que será tocada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), conseguiu um avanço esta semana. A prefeitura da cidade cedeu oficialmente a área para a obra. A cerimônia ocorreu na sexta-feira (12).

A obra deve levar três anos para ficar pronta, oferecerá 200 leitos e tem orçamento inicial de R$ 10 milhões. De acordo com o projeto, o hospital terá maternidade, leitos de ginecologia e de obstetrícia, além de unidade de atendimento intensivo (UTI) materno e neonatal.

De acordo com a UFRN, a nova unidade de saúde terá ainda um acelerador linear, equipamento de alta tecnologia usado para o tratamento de câncer. Além disso, quando estiver funcionando, o hospital vai abrigar pesquisas, extensão e ensino.

O terreno cedido fica no bairro Potengi, Zona Norte de Natal, e tem 16,4 mil metros quadrados de área. Esse terreno fica vizinho ao Hospital Santa Catarina.

A ideia é que além de atender mulheres de Natal, a nova unidade receba mulheres de toda a Região Metropolitana. Agora, após a doação oficial da área, o próximo passo do projeto é promover a licitação da obra.

Hospital da Mulher em Natal deve gerar 1.200 empregos diretos

De acordo com o professor Kleber Morais, que até janeiro presidiu a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), o novo hospital vai promover uma grande melhora no atendimento a mulheres e crianças quando estiver funcionando.

“Ainda temos uma alta demanda na Maternidade Januário Cicco e a chegada desse equipamento na zona norte vai ajudar a desafogar o atendimento e melhorar a resposta para as pacientes que chegam”, disse.

Quando o projeto foi lançado peça Ebserh, em março de 2018, Kleber Morais informou que o novo hospital iria gerar 1.200 empregos diretos, todos ocupados via concurso público. E que o investimento total seria de R$ 200 milhões.

Kleber Morais foi presidente da Ebserh até 31 de janeiro de 2019. Em seu lugar assumiu Oswaldo de Jesus Ferreira, general da reserva do Exército Brasileiro, empossado pelo ex-ministro da Educação, Ricardo Vélez.

Fonte: OP9

Foto: EBSERH

Um projeto da Prefeitura de Parnamirim prevê a criação de um centro multicultural dedicado à participação do Rio Grande do Norte na Segunda Guerra Mundial. A base oeste do aeroporto deve ser reformada e se tornar um espaço para atrair turistas e moradores do estado interessados na história e cultura.

O local irá contar com exposições de fotos, diários de guerra, uniformes e até aviões utilizados na época. Material que será fornecido pela Força Aérea Brasileira (FAB). A princípio, o projeto deverá custar cerca de R$ 8 milhões e será dividido em quatro etapas. De acordo com o secretário de Planejamento, Finanças, Turismo e Desenvolvimento Econômico de Parnamirim, Giovane Júnior, o centro poderá ser aberto ao público ainda em dezembro deste ano.

A HISTÓRIA:

O Rio Grande do Norte teve participação importante no contexto da Segunda Guerra. O seu posicionamento estratégico no continente levou as tropas estadunidenses a utilizarem o estado como ponto de abastecimento de aviões que iam para a África, além de ponto de defesa do continente.

O presidente brasileiro à época, Getúlio Vargas, chegou a se encontrar com o chefe de estado estadunidense, Franklin Delano Roosevelt, em Natal. Os dois traçaram estratégias para a participação brasileira na guerra, decidindo até pelo envio de tropas. Por esses motivos, a cidade chegou a ganhar o apelido de ‘Trampolim da Vitória’.

A presença dos americanos em solo potiguar também contribuiu para a cultura e para o desenvolvimento da economia local. Há relatos de que Natal foi a primeira cidade brasileira a receber produtos como a ‘Coca-Cola’ e o molho ‘Ketchup’.

Fonte: Agora RN