Author

João Moura

Browsing

Dois homens e uma mulher foram vítimas de afogamento na tarde deste domingo (13) na Prainha, na região de Baía da Traição, no Litoral Norte da Paraíba. O local se encontrava movimentado por banhistas de várias localidades.

Segundo informações repassadas à redação do Blog do Pedro Júnior, às três vítimas receberam procedimentos de salvamento com massagens cardíacas e balão de oxigênio dos socorristas e salva-vidas do Corpo de Bombeiros.

Há relatos que uma das vítimas, identificada com Jonas Andrade da Silva não resistiu e veio a óbito durante o atendimento. Ele é irmão do empresário Abraão Andrade, da cidade de Alagoinha (PB).

A polícia militar foi acionada para os procedimentos necessários. As outras duas pessoas, sendo um homem e uma mulher sobreviveram ao incidente. Eles não tiveram os nomes divulgados.

As causas do afogamento ainda são desconhecidas.

Fonte: Blog do Pedro Júnior

Foto: WhatsApp

Na manhã desta segunda-feira (14), um motorista de transporte alternativo, de 64 anos, foi esfaqueado por dois homens, durante um assalto ocorrido no Centro de João Pessoa.

Segundo depoimento do homem à polícia, ele foi rendido durante a viagem entre os bairros do Rangel e Centro. Os bandidos levaram objetos pessoais da vítima e o esfaquearam, fugindo em seguida.

O motorista foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Trauma da Capital paraibana.

Até o fechamento desta matéria os suspeitos não haviam sido encontrados e presos.

Fonte: PB Agora

Mais três casos de sarampo foram confirmados na Paraíba nesta segunda-feira (14) pela Secretaria de Saúde do Estado. Desta forma, são onze pacientes já diagnosticados com a doença no estado.

Quatro casos foram confirmados em João Pessoa, dois em Bayeux, dois em Santa Rita, um em Santa Cecília, um em Barra de São Miguel e um em Cabedelo. Até a o dia 27 de setembro, o número de casos confirmados era oito.

Outros 149 casos seguem em investigação. Até o momento, 239 casos já foram notificados, com o descarte de 79 casos.

Vacina 

O Estado da Paraíba, até o momento, encontra-se com 89,51% de cobertura vacinal, até o mês agosto de 2019. A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, com o objetivo de interromper a circulação do vírus do sarampo no País e será realizada de forma SELETIVA, ocorrendo em duas etapas:

Primeira etapa:
Período: 7 a 25 de outubro
Dia D: 19 de outubro
Público – alvo: crianças de seis meses e menores de 5 anos de idade ( 4 anos, 11 meses e 29 dias)

Segunda etapa:
Período: 18 a 30 de novembro
Dia D: 30 de novembro
Público – alvo: população de 20 a 29 anos de idade

Fonte: Mais PB

Caiu para 19,2% (89,7 milhões de metros cúbicos (m³)) o volume de água armazenada no açude Epitácio Pessoa, que fica na cidade de Boqueirão, região de Campina Grande. Em pouco mais de 40 dias, o manancial perdeu 9,3 milhões de m³ de água e segue sem receber a transposição do São Francisco.

Mesmo com a queda no armazenamento, a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) continua afirmando que não há chance de Campina Grande e outras 19 localidades abastecidas pelo açude entrarem em racionamento este ano. Segundo o presidente da Agência, Porfírio Loureiro, a diminuição do volume vem sendo monitorada constantemente e está dentro do previsto.

“Não tem nenhum risco de retorno de algum tipo de racionamento em Campina este ano. Estamos monitorando a situação, mas sem preocupação. A perda de volume é normal, tanto pelo consumo da população como pela falta da água da transposição e também pela vazão que estávamos liberando para Acauã. Vamos suspender essa vazão no dia 30 de outubro e a partir daí a perda de volume cairá para algo em torno de 5 milhões de m³ por mês”, contou Porfírio.

Ainda segundo o presidente da Aesa, o governador João Azevêdo reforçou ao Governo Federal a solicitação de retorno do bombeamento da transposição para a Paraíba, que foi paralisado em agosto por causa de um problema durante a fase final de enchimento da barragem Cacimba Nova, em Sertânia (PE). De lá, a água segue por Pernambuco e é liberada para Monteiro (PB).

“Nós esperamos que esse bombeamento retorne no mais breve tempo possível, já que a transposição não abastece apenas Boqueirão, mas Poções e Camalaú, que estão secos”, disse Porfírio Loureiro.

MDR sobre bombeamento para Boqueirão

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), responsável pela transposição do São Francisco, informou que a solução para a baixa no volume de Boqueirão poderá começar a ser resolvida a partir de novembro deste ano. O MDR afirmou que desde agosto, equipes técnicas do Ministério estão trabalhando para solucionar o problema que provocou a interrupção no bombeamento da transposição.

O MDR disse ainda que a empresa responsável pela operação do trecho da transposição vem realizando testes na barragem Cacimba Nova para avaliar seu funcionamento com o objetivo de garantir a segurança da população e a integridade da estrutura.

“Paralelamente, está em fase de conclusão o detalhamento da solução final de engenharia que será executada no barramento. Apesar da barragem Cacimba Nova estar em monitoramento e testes com vazão reduzida, as águas do rio São Francisco já seguem pelos canais com previsão de chegar ao último reservatório do eixo leste – Campos -, em novembro”, disse o MDR.

O reservatório de Campos fica em Sertânia (PE), de onde a água vai partir para a Paraíba. Somente depois de encher Campos, a partir de novembro, é que será possível estabelecer um prazo para a chegada da água à Paraíba.

Fonte: Portal Correio

Foto: Chico Martins/ Jornal Correio

Um homem não identificado é suspeito de ter ateado fogo a casa onde morava com a esposa e a enteada de 16 anos, que está grávida, na noite deste sábado (12). O crime aconteceu no bairro Tibiri, em Santa Rita e ele teria discutido com a mulher.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas as chamas já haviam consumido todo o imóvel.

A mulher e a enteada não estavam em casa no momento do ocorrido.

Fonte: Marília Domingues/Flávio Fernandes Paraíba.com

Irmã Dulce

Na primeira quinzena de agosto deste ano, a professora aposentada Miralva Tito Moreno Oliveira, 74 anos, preparava-se para um procedimento cirúrgico no Hospital da Bahia, em Salvador, para retirada de cálculos que podiam chegar ao ureter, quando o médico a informou que não seria mais necessária a operação.

“Dona Miralva, a senhora não tem a pedra mais”, disse o urologista conforme relato da paciente à reportagem. De acordo com o exame pré-operatório feito no hospital, o cálculo não estavam lá. Miralva Oliveira temia dor e desconforto se as pedras chegassem e crescessem no ureter. O risco havia sido detectado por um exame de ultrassom e confirmado por ressonância magnética.

A paciente mostrou, então, ao médico o santinho impresso da beata Irmã Dulce, que ela mantinha sobre o abdome, pedindo intercessão de Irma Dulce, a futura Santa Dulce dos Pobres. Emocionada, Miralva Oliveira descreve ter recebido “uma graça” do “Anjo Bom da Bahia” que foi canonizada hoje (13) pelo papa Francisco na Praça São Pedro, no Vaticano; e se tornou a primeira santa brasileira. A celebração litúrgica reuniu cerca de 50 mil pessoas.

A ex-paciente comemora a canonização da religiosa, “uma santa brasileira e baiana! A gente só pode ter orgulho de louvar a Deus”, diz Miralva.

Para a pesquisadora baiana Thiaquelliny Teixeira Pereira, que escreveu tese de doutorado sobre a construção social da santidade, Irmã Dulce já é considerada santa pelos brasileiros e, em especial, pelos baianos. “População brasileira é pouco entendida na questão da liturgia, é um povo de muita fé e de pouco conhecimento teológico”, observa. “[Há] Pessoas que são cultuadas pela população baiana à procura de milagres, de terem suas aflições respondidas”, revela a pesquisadora.

Conforme o jornalista Graciliano Rocha, autor da biografia Irmã Dulce, a santa dos pobres, são comuns relatos de fieis, como Miralva Oliveira, descrevendo recuperação da saúde e o recebimento de outras graças após fazer orações e promessas à Irmã Dulce.

“Há um imenso mosaico de fé popular. A devoção à Irmã Dulce mobiliza todo o tipo de gente, de qualquer classe social”, descreve o biógrafo que realizou pesquisa por oito anos no Brasil, no Vaticano e até nos Estados Unidos. Segundo ele, nos vinte anos após a morte da beata (entre 1992 e 2012) mais de 10 mil relatos de graças foram descritos em cartas de fieis.

“É impossível não perceber beleza na devoção das pessoas”, observa o biógrafo após leitura de amostra dessas mensagens para escrever o livro. Há nas cartas “a inquietação genuína dos devotos”, principalmente de “causas ligadas à saúde”.

Hospital no lugar do galinheiro

Para o Graciliano Rocha, a vinculação à saúde tem muito a ver com o trabalho e o legado que a beata deixou após 60 anos dedicados à vida religiosa e à assistência aos mais pobres. Atualmente, as Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) contabilizam 2,2 milhões de procedimentos ambulatoriais por ano, e dispõem de 954 leitos em cinco hospitais.

Segundo descreveu Maria Rita de Souza Brito, sobrinha da freira e superintendente das Osid, à agência de notícias do Vaticano, o complexo hospitalar interna, por ano, 18 mil pessoas, realiza 12 mil cirurgias, atende 11,5 mil pessoas em tratamentos de câncer.

As obras sociais tiveram início no ano de 1949, quando Irmã Dulce ocupou um galinheiro ao lado do Convento Santo Antônio para cuidar de 70 doentes. Onze anos depois, a futura santa cuidava de um hospital que dispunha de 160 leitos.

“Era um momento que não havia direito à saúde pública. As pessoas para serem atendidas em hospital público tinham que ter carteira de trabalho assinada. O hospital dela era o único que não rejeitava ninguém. Isso foi fundamental para que o colapso da cidade de Salvador não tenha sido pior na segunda metade do século 20. Isso é a base da santidade que ela tinha em vida”, avalia o biógrafo.

Sérgio Lopes, assessor corporativo das Osid, avalia que erguer a infraestrutura de atendimento hospitalar – e que também oferta ensino fundamental para 750 crianças e adolescentes, e fornece 1,7 milhão de refeições gratuitas por ano – “foi o primeiro milagre de Santa Dulce dos Pobres.”

O assessor crê que a canonização “vai aumentar a visibilidade” do trabalho da Osid e ajudar o fechamento das contas. O atendimento à saúde é feito graças a convênios com o Sistema Único de Saúde (SUS). No ano passado, o dinheiro não foi suficiente. Conforme Lopes, restou um déficit de R$ 11 milhões que foi coberto posteriormente por repasses do Ministério da Saúde e doações, que equivalem a 5% do orçamento anual.

Invasão de casa

Assim como a história do galinheiro transformado em hospital, outras passagens alimentam a visão de que Irmã Dulce dedicou sua vida a acolher as pessoas mais humildes, como um menino ardendo em febre que a procurou pedindo para “não morrer na rua”. De acordo com o biógrafo Graciliano Rocha, o menino tinha 15 anos, trabalhava vendendo jornal na rua, era franzino e, provavelmente, sofria de malária. “Foi a primeira pessoa que a futura santa tirou das ruas”, relembra Graciliano.

O local era próximo à Igreja do Bonfim, e ao avistar uma casa vazia e fechada, Irmã Dulce pediu a um passante que arrobasse o imóvel, assegurando que ela assumiria a responsabilidade. A freira providenciou colchão e um candieiro para o menino passar a noite, forneceu alimento, pediu que a irmã do pároco da Igreja do Bonfim cuidasse do garoto. Ela depois voltou com o médico.

“Irmã Dulce atendeu o menino. No dia seguinte, tinha diante de si uma cancerosa, que ela atendeu. Depois apareceram mais alguns necessitados, e ela foi atendendo”, complementa Dom Murilo Krieger, arcebispo de Salvador, em entrevista por escrito à Agência Brasil. O arcebispo ressalta que Irmã Dulce “era de baixa estatura, pesava somente 45 quilos, tinha uma saúde muito precária, dormia três ou quatro horas por noite etc. E, no entanto, foi à luta. Foi fazendo o que podia fazer, à medida em que os desafios se multiplicavam à sua frente”.

O religioso também assinala que “mais e mais as pessoas estão descobrindo a importância da vida de Irmã Dulce e do legado que nos deixou. E isso é muito importante porque o número de pobres, doentes e necessitados só aumentou e, por isso, há necessidade de muitas outras Irmãs Dulce.”

“O trabalho de Irmã Dulce era dedicado aos pobres mais pobres, aos desvalidos, aos sem casa, aos que estavam na sarjeta: o marginal, a prostituta, o bandido. Ela tinha o coração aberto a todo mundo”, comenta o advogado Antônio Gilvandro Martins Neves, que conheceu Irmã Dulce no final dos anos 1960 e teve sua ajuda para fundar uma casa de estudante em Salvador e depois manter um hospital beneficente em Paramirim, no interior da Bahia.

O biógrafo Graciliano Rocha acredita que a dedicação aos mais humildes pesou favoravelmente na decisão de canonizar Irmã Dulce. “Ela via no pobre a figura de Jesus Cristo a ser acolhido. Esse era o imperativo ético e religiosos que a movia”, comenta. Para a Thiaquelliny Teixeira Pereira, a canonização de Irmã Dulce não vai reverter o quadro social que se agrava segundo estatísticas oficiais que atestam aumento de pobreza e desigualdade, “mas é sempre bom ter em evidência alguém reverenciável que olha para os pobres”.

Fonte: Agência Brasil

Foto: Acervo Irmã Dulce

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) foram acionados pelo Copom e infirmados da agressão de um homem contra sua esposa. O caso ocorreu na cidade de Araçagi, no Brejo paraibano, na manhã de ontem (12).

Segundo informações um homem foi preso suspeito de agredir a esposa, que é uma adolescente, os policiais do 4º BPM  foram acionados pelo Copom e informados da situação. A mulher teria pedido separação do marido por ele ter dormido fora de casa.

Irritado com a ação da esposa, o homem teria passado a espancá-la com socos, sendo contido pela família. A mulher também chegou a morder a barriga do marido e ambos foram levados à delegacia da região para prestar depoimento.

Fonte: PB Agora

A nova eleição para conselheiros tutelares do município de Pilõezinhos, acontece neste domingo (13). A decisão foi realizada durante uma reunião entre o Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (CMDCA) e a promotora de Justiça de Guarabira, Danielle Lucena, na última  terça-feira (8).

A eleição foi remarcada depois que a comissão eleitoral suspendeu o pleito, quando foi realizada a contagem de votos e encontrar divergência entre a quantidade de cédulas nas urnas e a quantidade de assinaturas feitas pelos eleitores.

O pleito acontece com os mesmos 15 candidatos que concorrem ao cargo de conselheiro, da primeira eleição tutelar da cidade. Serão eleitos cinco e o local da votação continuará sendo a Escola Municipal Marlene Alves.

O número de urnas disponibilizadas para a eleição também continuará o mesmo, serão três equipamentos para votação.

Fonte: Click PB

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) foram acionados, na manhã deste sábado (12), para atender a uma ocorrência no Conjunto Santo Amaro, em Cuitegi, onde três irmãos estariam em vias de fato. Um deles teria agredido a irmã com uma barra de ferro e o outro irmão, para conter a agressão, teria desferido um golpe de faca peixeira nas costas do agressor.

Ao chegar ao local, a guarnição comandada pelo sargento Djevaldo se deparou com os dois feridos, que foram socorridos pelo Samu e Corpo de Bombeiros até o Hospital Regional de Guarabira.

O homem suspeito de perfurar o irmão, que tinha se evadido do local, foi localizado e conduzido à Delegacia de Polícia Civil para a atuação em flagrante. Com ele os policiais militares apreenderam uma faca e uma barra de ferro.

Blog do João Moura com Assessoria

Foto: Assessoria

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam, na manhã deste sábado (12), no Conjunto das Casinhas, em Araçagi, um homem suspeito de violência doméstica que teria agredido fisicamente a sua companheira, uma adolescente. A guarnição do Destacamento local, comandada pelo Cabo Wallyson, foi acionada pelo Copom informando sobre a ocorrência e, de imediato, compareceu ao local, onde a vítima relatou que o companheiro dormiu fora de casa e, devido a isso, ela informou que queria se separar dele. Inconformado com a atitude dela, ele começou a agredi-la com socos e teve que ser contido por familiares. Durante as agressões, ela revidou com uma mordida da barriga do companheiro e, diante do ocorrido, os dois foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil.

No início da madrugada, a guarnição do Destacamento de Duas Estradas tomou conhecimento, através de uma denúncia anônima, que um homem estaria em via pública, apresentando sinais de embriaguez alcoólica, praticando desordem e perturbando os transeuntes. De imediato, os policiais se dirigiram ao local e constataram a veracidade da denúncia. Ele foi preso e conduzido pelos militares à delegacia.

SEXTA-FEIRA – Os policiais receberam uma denúncia de que, no Conjunto Assis Chateaubriand, em Guarabira, dois homens estariam em vias de fato no interior de uma residência. De imediato, a guarnição se deslocou ao endereço informado e encontrou os dois suspeitos que haviam discutido e, em seguida, entrado em vias de fato. Os dois foram levados para a delegacia.

Blog do João Moura com Assessoria

Foto: Assessoria