Category

MUNDO

Category

Quem nunca fez uma pergunta sem noção em um restaurante que atire a primeira faca. Afinal, nem sempre a gente sabe o que o chef quer dizer com “leitão 48 horas e cebolas banhadas em vinho”.

O Tom’s Diner, restaurante em Denver, no Estado do Colorado (EUA), porém, está provocando os clientes que abusam da boa vontade dos atendentes. A casa decidiu cobrar uma taxa de US$ 0,38 por cada “pergunta idiota” feita à equipe do salão.

A provocação foi revelada em um post na rede social Reddit e rapidamente viralizou. Mas, ao contrário de restaurantes que ofendem seus clientes de propósito, a ideia foi apenas fazer uma brincadeira, e as pessoas estão aprovando.

Segundo o gerente, muitos clientes fazem perguntas estúpidas de propósito, só para rir junto com os garçons. Um deles, por exemplo, perguntou “se o gelo era feito de água”. Com o sucesso da iniciativa, a cobrança por perguntas idiotas deve continuar no cardápio do Tom’s Diner por um bom tempo.

Fonte: Revista Menu via Terra

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou nesta segunda-feira (13), em Los Angeles, os indicados ao Oscar.

“Coringa” é o filme com maior número de indicações, 11 no total, presente em categorias importantes como melhor filme, melhor diretor (Todd Philips), e melhor ator (Joaquin Phoenix).

“Era uma vez em Hollywood”, “1917”, “O Irlandês” dividem a segunda colocação, com 10 indicações cada.

O anúncio foi feito pelos atores John Cho e Issa Rae. Veja abaixo os indicados:

Melhor filme

  • “Ford v Ferrari”
  • “O irlandês”
  • “Jojo Rabbit”
  • “Coringa”
  • “Adoráveis mulheres”
  • “História de um casamento”
  • “1917”
  • “Era uma vez em… Hollywood
  • “Parasita”

Melhor ator

  • Antonio Banderas – “Dor e Glória”
  • Leonardo DiCaprio – “Era uma vez em… Hollywood”
  • Adam Driver – “História de um casamento”
  • Joaquim Phoenix – “Coringa”
  • Jonathan Price – “Dois papas”

Melhor diretor

  • Martin Scorsese – “O irlandês”
  • Todd Phillips – “Coringa”
  • Sam Mendes – “1917”
  • Quentin Tarantino – “Era uma vez em… Hollywood”
  • Bong Joon Ho – “Parasita”

Melhor atriz

  • Cynthia Erivo – “Harriet”
  • Scarlett Johansson – “História de um casamento”
  • Saoirse Ronan “Adoráveis Mulheres”
  • Charlize Theron – “O escândalo”
  • Renée Zellweger – “Judy – Muito Além do Arco-Íris”

Atriz coadjuvante

  • Kathy Bates – “O caso Richard Jewell”
  • Laura Dern – “História de um casamento”
  • Scarlett Johansson – “Jojo Rabbit”
  • Florence Pugh – “Adoráveis mulheres”
  • Margot Robbie – “O escândalo”

Roteiro adaptado

  • “O irlandês”
  • “Jojo rabbit”
  • “Coringa”
  • “Adoráveis mulheres”
  • “Dois papas”

Roteiro original:

  • “Entre facas e segredos”
  • “História de um casamento”
  • “1917”
  • “Era uma vez em… Hollywood”
  • “Parasita”

Ator coadjuvante:

  • Tom Hanks – “Um lindo dia na vizinhança”
  • Anthony Hopkins – “Dois papas”
  • Al Pacino – “O irlandês”
  • Joe Pesci – “O irlandês”
  • Brad Pitt – “Era uma vez em… Hollywood”

Maquiagem e cabelo:

  • “Bombshell”
  • “Coringa”
  • “Judy”
  • “1917”
  • “Maleficent: Mistress of evil”

Mixagem de som:

  • “Ad astra”
  • “Ford v Ferrari”
  • “Coringa”
  • “1917”
  • “Era uma vez em… Hollywood”

Curta-metragem:

  • “Brotherhood”
  • “Nefta football club”
  • “The neighbors’ window”
  • “Saria”
  • “A sister”

Design de figurino

  • “O irlandês”
  • “Jojo rabbit”
  • “Coringa”
  • “Adoráveis Mulheres”
  • “Era uma vez em… Hollywood”

Canção original

  • “I can’t let you throw yourself away” – “Toy Story 4”
  • “(I’m gonna) love me again” – “Rocketman”
  • “I’m standing with you” – “Breakthrough”
  • “Into the unknown” – “Frozen 2”
  • “Stand up” – “Harriet”

Edição de som

  • “Ford vs ferrari”
  • “Coringa”
  • “1917”
  • “Era uma vez em… Hollywood”
  • “Strar wars: A ascensão Skywalker”

Trilha original:

  • “Coringa”
  • “Adoráveis mulheres”
  • “História de um casamento”
  • “1917”
  • “Star wars – A ascensão Skywalker”

Animação:

  • “Como treinar seu dragão 3”
  • “I lost my body”
  • “Klaus”
  • “Missing link”
  • “Toy story 4”

Curta de animação:

  • “Dcera (daughter)”
  • “Hair love”
  • “Kitbull”
  • “Memorable”
  • “Sister”

Documentário

  • “American factory”
  • “The cave”
  • “Democracia em vertigem”
  • “For Sama”
  • “Honeyland”

Curta documentário

  • “In the absence
  • “Learning to skateboard in a warzone
  • “Life overtakes me”
  • “St Louis Superman”
  • “Walk run cha-cha”

Filme estrangeiro

  • “Corpus christi” – Polônia
  • “Honeyland” – Macedônia
  • “Os miseráveis” – França
  • “Dor e glória” – França
  • “Parasita” – Coreia do Sul

Design de produção

  • “O irlandês”
  • “Jojo Rabbit”
  • “1917”
  • “Era uma vez… em Hollywood”
  • “Parasita”

Edição

  • “Ford v Ferrari”
  • “O irlandês”
  • “Jojo rabbit”
  • “Coringa”
  • “Parasita”

Fotografia

  • “O irlandês”
  • “Coringa”
  • “Lighthouse”
  • “1917”
  • “Era uma vez… Em Hollywood”

Efeitos visuais

  • “Avengers: Endgame”
  • “O irlandês”
  • “O rei leão”
  • “1917”
  • “Star Wars: A ascensão Skywalker”

A cerimônia dos melhores do cinema acontece no dia 9 de fevereiro em Los Angeles.

Não vai ter apresentador

A edição de 2020 do Oscar não terá apresentador. Na edição passada, estava tudo certo para o comediante Kevin Hart apresentar a cerimônia, mas depois de polêmicas com postagens homofóbicas, ele decidiu que não iria assumir o posto.

A edição de 2019 havia sido a primeira sem apresentador em 30 anos. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas faz o Oscar desde 1929 e só por seis vezes não houve alguém conduzindo a cerimônia.

Os vencedores das edições de 2019, 1989, 1971, 1970, 1969 e 1939 foram anunciados por vários artistas, chamados de “Amigos do Oscar”, de forma semelhante ao que deve acontecer neste ano.

Fonte: G1

O Irã admitiu que derrubou por engano o avião ucraniano que caiu na quarta-feira (8) com 176 pessoas a bordo perto de Teerã.

Uma investigação interna identificou que “mísseis foram disparados por falha humana”, afirmou o presidente iraniano, Hassan Rouhani. Ele descreveu a tragédia como um “erro imperdoável”.

Militares disseram que o avião voava muito perto de um lugar sensível que pertence à Guarda Revolucionária do Irã e foi considerado, por engano, uma aeronave hostil.

O voo, que seguia em direção à capital ucraniana Kyiv, caiu perto do aeroporto Imã Khomeini logo após a decolagem. Entre os mortos havia cidadãos de sete nacionalidades, entre eles 82 iranianos, 57 canadenses e 11 ucranianos.

O Irã vinha negando acusações de que teria sido responsável pela queda do avião, mas passou a ser alvo de intensa pressão internacional por causa de evidências divulgadas por autoridades de inteligência ocidentais.

O desastre com o Boeing 737-800 da Ukraine International Airlines ocorreu horas depois de o Irã lançar mísseis contra duas bases aéreas que abrigam tropas americanas no Iraque.

Esses ataques ocorreram em resposta ao assassinato do comandante militar iraniano Qasem Soleimani em uma operação com drone americano em Bagdá, em 3 de janeiro.

O que disse o Irã?

Na manhã deste sábado, um comunicado militar foi lido na TV estatal iraniana anunciando que o voo PS752 havia sido atingido por um míssil por engano.

Por causa das tensões entre EUA e Irã, segundo o documento, os militares estavam no “mais alto nível de prontidão”. “Neste contexto, por causa de falha humana e sem intenção, o avião foi atingido.”

Os militares pediram desculpas, afirmaram que modificariam o sistema de segurança a fim de evitar novos “erros” no futuro e anunciaram que os responsáveis serão julgados e punidos.

O presidente Rouhani prestou condolências. “(O Irã) se arrepende profundamente desse erro desastroso”, escreveu no Twitter.

O chanceler do país, Javad Zarif, pediu desculpas às famílias das vítimas, mas responsabilizou também os Estados Unidos. “Uma falha humana em tempo de crise causada pela ação aventureira dos EUA levou ao desastre”, afirmou.

Para Lyse Doucet, correspondente internacional chefe da BBC, a admissão de culpa por parte do Irã representa uma desescalada das tensões com os Estados Unidos.

“O Irã decidiu que deveria assumir o desastre para evitar uma nova guerra verbal com o Ocidente ou despertar a fúria de seu próprio povo, que pulam de uma calamidade para outra”, escreveu Doucet.

Segundo ela, a grande questão agora é: “Quem tomou a decisão de permitir que um avião civil decolasse enquanto o espaço aéreo do Irã passava por tamanha tensão?”

Quais foram as reações até agora?

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, afirmou que a queda do avião foi uma “tragédia nacional” — o país tem quase 210 mil descendentes de iranianos.

Em comunicado, ele cobrou “transparência e justiça para as famílias das vítimas”. Ao todo, 57 canadenses morreram na tragédia.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu ao Irã que puna os responsáveis. “Nós esperamos que o Irã os leve a responder na Justiça”, disse.

Nesta quinta-feira, a Ucrânia decretou um dia de luto nacional por conta do acidente.

A Boeing disse que está “pronta para ajudar de maneira que for necessária”, enquanto o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, afirmou que seu país espera participar da investigação e ofereceu assistência técnica.

A hipótese de que o avião havia sido abatido surgiu nas redes sociais logo depois da queda em forma de rumores, mas ela se tornou oficial quando informações de órgãos de inteligência foram divulgadas na mídia americana no dia seguinte à tragédia.

Segundo a rede CBS News, fontes no setor de inteligência americano apontaram que satélites dos EUA detectaram dois lançamentos de mísseis pouco antes de o avião ucraniano explodir.

O jornal The New York Times publicou um vídeo em seu site que mostra um míssil atravessando o céu de Teerã e depois explodindo ao tocar em um avião. Dez segundos depois, é possível ouvir o barulho de uma explosão desde o solo. O avião continua voando em chamas.

Fonte: Portal Terra

Foto: Reuters e BBC News Brasil

A presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, anunciou nesta sexta-feira, 10, que vai avançar com uma lei na próxima semana que formalmente vai iniciar um julgamento no Senado sobre o impeachment do presidente norte-americano, Donald Trump.

A Câmara aprovou no dia 18 de dezembro os artigos de impeachment contra o presidente, que é do Partido Republicano. “Pedi ao presidente do Comitê Judiciário, Jerry Nadler, que esteja preparado para levar a plenário na próxima semana uma resolução para nomear representantes (da Câmara) e transmitir os artigos de impeachment ao Senado”, disse Pelosi em comunicado.

Fonte: Portal Terra

Foto: Reuters

Oficiais que investigam a queda de um avião Boeing 737 em Teerã, capital do Irã, divulgaram nesta quinta-feira, 9, um relatório preliminar do acidente. De acordo com o levantamento inicial, a aeronave foi consumida pelo fogo antes de atingir o chão. O relatório cita testemunhas que presenciaram o acidente do solo e outras que estavam em uma aeronave que sobrevoava o local.

O jato de três anos, que teve sua última manutenção programada na última segunda-feira, 6, encontrou um problema técnico, não especificado, logo após a decolagem. A aeronave desapareceu do radar a 8.000 pés (2.440 metros).

O relatório também informa que a tripulação do avião não chegou a fazer ligação por rádio para pedir ajuda. A equipe tentava fazer o avião voltar ao aeroporto Imam Khomeini, de onde saiu, quando o acidente aconteceu.

Os investigadores também divulgaram que as caixas pretas do avião foram recuperadas, embora estejam danificadas e, por isso, algumas partes da memória tenham se perdido.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, disse que investigadores ucranianos já chegaram ao Irã para ajudar na investigação. Ele também afirmou que pretende ligar para o presidente iraniano, Hassan Rouhani, para conversar sobre o acidente.

“Sem dúvida, a prioridade da Ucrânia é identificar as causas do acidente”, disse Zelenskiy. “Certamente descobriremos a verdade.”

O Boeing 737-800 da companhia aérea UIA voava de Teerã, capital do Irã, para Kiev, capital da Ucrânia, e transportava principalmente iranianos e iranianos-canadenses. A aeronave caiu pouco após decolar na madrugada de quarta-feira, 8, matando todas as 176 pessoas a bordo.

Muitos dos passageiros eram estudantes internacionais que frequentavam universidades no Canadá; eles estavam voltando para Toronto por Kiev, depois de visitarem a família durante as férias de inverno.

O primeiro-ministro canadense Justin Trudeau disse que 138 dos passageiros mortos rumavam para o Canadá. O acidente se tornou um dos piores desastres de aviação ligados ao país.

A bandeira do Parlamento em Ottawa foi hasteada a meio mastro, e Trudeau prometeu esclarecer completamente o desastre. “Saiba que todos os canadenses estão sofrendo com você”, disse ele às famílias das vítimas.

Embora a causa permaneça desconhecida, a tragédia pode prejudicar ainda mais a reputação da Boeing, que foi atingida por dois acidentes mortais envolvendo um modelo diferente do jato da Boeing, o novo 737 Max, que foi aterrado por quase 10 meses.

O alvoroço levou à demissão do CEO da empresa no mês passado. A Boeing estendeu os pêsames às famílias das vítimas e disse que está pronta para ajudar. /AP e REUTERS

Fonte: Portal Terra

Foto: Reuters

Um avião Boeing 737 caiu logo após decolar do aeroporto de Teerã, capital do Irã, nesta quarta-feira (8). A aeronave ucraniana transportava 176 pessoas. Ninguém sobreviveu.

A tragédia aconteceu poucas horas após o Irã ter disparado mísseis contra duas bases aéreas que abrigam tropas dos EUA no Iraque, em resposta à morte do general Qassem Soleimani. No entanto, não há informações sobre relação entre os dois casos.

O voo 752 da Ukraine International Airlines partiu às 6h12 (horário local), com quase uma hora de atraso, do aeroporto Imam Khomeini (Teerã) e tinha como destino o Aeroporto Internacional Boryspil, em Kiev, na Ucrânia. O avião caiu em Shahedshahr, no sudoeste da capital iraniana.

Causas da queda

A Organização da Aviação Civil do Irã informou que as caixas-pretas do avião foram encontradas, mas elas não serão entregues para análise nos Estados Unidos. “Não daremos as caixas-pretas para o fabricante [Boeing], nem para os americanos”, declarou o diretor dessa agência iraniana, Ali Abedzadeh, citado pela agência de notícias Mehr.

A Ucrânia participa das investigações feitas pelo Irã. O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou que uma comissão investiga todas possibilidades.

A embaixada da Ucrânia chegou a divulgar uma nota dizendo que, segundo informações preliminares, a queda do avião teria sido provocada por problemas técnicos no motor e descartando qualquer relação do incidente com terrorismo ou com os disparos de foguetes.

Mais tarde, uma nova nota destacou que as causas estão sendo esclarecidas.

Boeing

Em seu perfil no Twitter, a Boeing lamentou o incidente trágico e declarou que seus pensamentos sinceros “estão com a tripulação, os passageiros e suas famílias”. A empresa disse estar em contato e que apoia as suas clientes companhias aéreas. “Estamos prontos para ajudar da maneira necessária”, afirmou.

Passageiros

Reza Jafarzadeh, porta-voz da Organização de Aviação Civil do Irã, disse à televisão estatal que a aeronave transportava 167 passageiros e 9 tripulantes.

O ministro ucraniano de Relações Exteriores, Vadym Prystaiko, afirmou que no voo havia passageiros de 7 nacionalidades: 82 do Irã, 63 do Canadá, 11 da Ucrânia (9 tripulantes), 10 da Suécia, 4 do Afeganistão, 3 do Reino Unido, e outros 3 da Alemanha.

Não está claro porque tantos canadenses estavam a bordo, mas se sabe que a companhia aérea oferece voos relativamente baratos via Kiev para Toronto (Canadá).

Fonte: G1

Fotos: AP Photo/Ebrahim Noroozi , Nazanin Tabatabaee/Reuters , Jack Guez/AFP,  Infográfico: Rodrigo Sanches/G1

Um motorista bêbado atingiu um grupo de jovens turistas alemães no norte da Itália no início deste domingo, matando seis pessoas e ferindo outras 11, disseram autoridades italianas. O acidente mortal ocorreu em uma vila perto de Valle Aurina, perto de Bolzano, na região do Alto Adige, logo após quando os alemães – que tinham entre 20 e 25 anos – se reuniram para embarcar no ônibus.

A região autônoma de língua alemã do norte da Itália, com suas estâncias de esqui nas Dolomitas e aldeias pitorescas em torno de Bolzano, é popular entre os turistas alemães.

“O ano novo começa com uma terrível tragédia”, disse o presidente regional do Alto Adige, Arno Kompatscher. “Ficamos atordoados.”

O motorista do carro tinha um alto teor de álcool no sangue e estava dirigindo particularmente rápido, disse um oficial da polícia de Carabineri em Brunico à Associated Press, falando sob condição de anonimato porque não estava autorizado a dar seu nome. Ele disse que a polícia concluiu que o acidente de carro com os pedestres não era um ato de terrorismo.

O serviço de bombeiros voluntários de Lutago disse no Facebook que seis pessoas foram mortas no local. Os 11 feridos, quatro dos quais estavam em estado crítico, foram levados para vários hospitais regionais, incluindo dois que foram transportados de avião para um hospital em Innsbruck, na Áustria, disse um policial.

No total, 160 equipes de resgate e equipes médicas de emergência responderam ao acidente, que deixou o local parecendo “um campo de batalha”, disse Helmut Abfalterer, do serviço de bombeiros voluntários de Lutago, ao portal online Tageszeitung.

Coassin disse que o motorista, identificado pela mídia italiana como um homem de 28 anos da cidade vizinha de Chienes, foi preso por suspeita de homicídio e lesão na estrada e estava sendo tratado no hospital de Brunico.

Fonte: Agência Estado

Um morador de Maun (Botsuana) acordou na última terça-feira (31/12) com um “visitante inesperado”: um hipopótamo de 3 toneladas estava se refrescando na piscina de Brent Reed. O animal havia invadido o quintal da residência de madrugada e ido direto para a piscina. Brent contou que o caseiro testemunhou a cena, mas nada pôde fazer para deter o imenso mamífero.

O hipopótamo decidiu curtir a virada do ano na piscina, sem ser incomodado. Só deixou a residência em 1º de janeiro, por livre e espontânea vontade.

Brent é dono da Letaka Safaris, uma empresa de turismo que programa visitas ao famoso delta do Rio Okavango e ao norte de Botsuna, onde são avistados várias espécies de animais selvagens. Segundo ele, a região onde mora, localizada próxima de reservas ambientais, vive um período de prolongada seca neste verão.

“O Rio Thamalakane secou, e a nossa piscina foi provavelmente o local mais aprazível para ele (o hipopótamo) ficar, já que a nossa casa fica às margens do rio”, disse o empresário, de acordo com o “Daily Mail”.

Fonte: Extra

Um acidente envolvendo mais de 60 carros em uma rodovia interestadual da Virginia, nos EUA, deixou dezenas de feridos na manhã de domingo (22), segundo a polícia local.

O acidente aconteceu pouco antes das 8 horas na Interstate 64, no Condado de York, perto de Williamsburg, e o tráfego ficou bloqueado por horas nos dois sentidos, segundo uma declaração assinada pela sargento Michelle Anaya, da Polícia do Estado de Virginia.

Equipes de emergência trabalham em local de acidente na Interstate 64, no condado de York, em Virginia, nos EUA, no domingo (22) — Foto: Virginia State Police via AP

Ainda de acordo com Anaya, 693 veículos se envolveram no acidente, e 51 pessoas foram transportadas para tratamento, algumas com ferimentos considerados críticos.

Havia neblina e gelo em uma ponte quando aconteceu o que foi descrito como uma batida com um efeito em cadeia.

Fotos do local mostram uma massa de metal retorcido, com capôs amassados, vidros quebrados e uma camionete vermelha em cima de outros veículos.

Carros empilhados são vistos em local de acidente na Interstate 64, no condado de York, em Virginia, nos EUA, no domingo (22) — Foto: Ivan Levy via AP

Ivan Levy disse à agência Associated Press que ele e sua mulher estavam indo em direção a Williamsburg, onde ambos trabalham, em carros separados no momento do acidente. Ele contou que conseguiu reduzir a velocidade e acendeu os faróis de milha quando viu a espessa neblina.

“Logo em seguida vi carros começando a se empilhar uns por cimas dos outros”, disse.

Ele conseguiu frear a tempo, mas então recebeu um telefonema de sua mulher, contando que tinha se envolvido no acidente.

“Foi muito assustador”, disse Alena Levy, que foi examinada em um hospital, mas não sofreu ferimentos graves.

Ivan Levy disse que correu entre os carros para encontrar a mulher e ajuda-la. Eles voltaram então ao seu veículo, onde ele pegou um kit de primeiros socorros e passou a ajudar algumas vítimas, já que os socorristas ainda não tinham chegado.

O carro que Alena estava dirigindo tinha sido seu presente de Natal. “Ela estava muito chateada, mas eu disse, ‘olha, querida, é apenas metal’”, consolou o marido.

Uma investigação está em andamento para determinar as causas do acidente e motoristas estão sendo orientados a evitar a área.

Fonte: G1

Fotos: Virginia State Police via AP e

Rob Ostermaier/The Daily Press via AP

A Vocalista da dupla Roxette , a cantora sueca Marie Fredriksson morreu aos 61 anos. A informação foi confirmada pelo agente da artista. Há 17 anos, a cantora travava uma longa batalha contra o câncer.

“Você foi a amiga mais maravilhosa por mais de 40 anos. As coisas nunca mais serão as mesmas”, lamentou o guitarrista Per Gessle , seu colega no duo autor de hits como “Listen to you heart”, “Spending my time” e “It must have been love”.

O parceiro ainda escreveu sobre a perda no Twiter: “

“O tempo passa tão rápido. Não faz tanto tempo, passávamos dias e noites no meu pequeno aparatamento compartilhando sonhos impossíveis. E que sonho nós eventualmente pudemos dividir! Eu tive a honra de conhecer o seu talento e generosidade. Todo o meu amor vai para você e sua família”, escreveu.


Per Gessle e Marie Fredriksson criaram o Roxette em 1986. Com o segundo disco, “Look sharp”, a dupla alcançou sucesso para além da Suécia. Durante os anos 1980 e 1990, a dupla virou um fenômeno graças a suas baladas românticas.

Em 2002, Marie foi diagnosticada com um tumor no cérebro após desmaiar dentro de casa. Desde então, ela lutava contra o câncer, o que a fez ficar mais distante dos holofotes. A cantora, no entanto, continuou a criar e se apresentou nos casamentos das princesas suecas Victoria, em 2010, e Madeleine, em 2013.

Em 2016, o Roxette lançou seu último disco, “Good Karma”, que obteve bons resultados comerciais. No mesmo ano, a dupla chegou a se reunir para uma turnê em comemoração aos seus 30 anos, mas parte dos shows teve que ser cancelado por causa da saúde da vocalista.

Fredriksson e Gessle também se dedicaram a trabalhos solo: o último disco da cantora foi “Nu!” (2013), enquanto o guitarrista lançou este ano “Mind Control”.

Marie deixa um marido, o tecladista Mikael Bolyos, e dois filhos, Josefin e Oscar.

Fonte: O Globo

Foto: TT NEWS AGENCY / via REUTERS