Author

João Moura

Browsing

Em todas às edições da Festa de São Sebastião, a presença e animação do público sempre foram a marca registrada.

Mas desta vez, foram batidos todos os recordes, tanto de bandas com extrema animação, como presença de pessoas de vários locais do Brasil. Rio de Janeiro, Recife, Rio Grande do Sul, São Paulo, Natal e várias do interior da Paraíba, eram umas das cidades que continham verdadeiras comitivas no Calçadão desde o início da noite.

Quem abriu a noite foi o Cantor Kakal do Forró e banda, que já deram o esquenta pro que estava por vir. A Banda Bonde do Forró foi a segunda atração da noite e com um repertório impecável, balançou e fez terra tremer por mais de duas horas.

Mas a grande dona da noite foi a cantora Mara Pavanelly que entrou no meio da madrugada e fez o povo ficar dançando e pulando até as primeiras horas da manhã. “Vim aqui em 2014 e pretendo vir 2021, 2022, 2023, terra maravilhosa, que me fez sentir em casa e bem acolhida.”

Hoje a animação conta com: Luan Estilizado, Alexandre Carvalho e Gleydson Gavião. A partir das 21h.

Fonte: Site da Prefeitura de Lagoa de Dentro

Fotos: Instagram da Prefeitura de Lagoa de Dentro

Um policial militar de Pernambuco foi preso, na noite desse sábado (18), após sacar uma arma e atirar durante uma confusão no Fest Verão Paraíba, em Cabedelo. Duas pessoas ficaram feridas com os disparos.

De acordo com a Polícia Civil, o PM é da cidade de Serra Talhada e atirou depois que um homem teria dado uma cantada para a namorada do policial.

Após o PM atirar, seguranças do festival foram até o local e durante a abordagem ele atirou novamente, atingindo um segurança. Ele foi levado para o 1º Batalhão da Polícia Militar de João Pessoa, onde aguarda audiência de custódia.

As vítimas foram levadas para o Hospital de Trauma de João Pessoa, mas a identidade ou estado de saúde delas não foram divulgadas.

Fonte: Notícias do Vale PB

Um homem morreu e outro ficou ferido após tiroteio ocorrido na noite deste sábado (18), em um bar na cidade de Itapororoca, no interior da Paraíba.

De acordo com as informações, as vítimas estavam bebendo no bar quando três homens armados chegaram ao local e iniciaram os tiros. Uma pessoa morreu no local. Um homem foi atingido no rosto, mas resistiu aos ferimentos e foi socorrido.

A vítima ferida foi encaminhada para o Hospital de Trauma de João Pessoa.

De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos tinham a intenção de matar apenas a vítima que morreu no local.

Não há informação sobre os suspeitos.

Fonte: Click PB

A polícia federal apreendeu na tarde deste sábado (18) uma ambulância da secretaria de Saúde do município de Pedro Régis, no litoral norte paraibano.

De acordo com as informações o veículo foi flagrado com irregularidades em fiscalização feita pela Polícia Rodoviária Federal, nas proximidades da entrada para o município de Lucena, na BR-101.

A ambulância estava com o licenciamento obrigatório e o da AGEVISA em atraso e com pneus em péssimas condições, o que teria chamado a atenção dos policiais.

Os vereadores do município, Virginio Ribeiro, Zé Carlos, Carlinhos da Banana e Floreistan Abreu, já haviam feito denúncias sobre a situação do veículo na câmara municipal, mas nenhuma providência havia sido tomada por parte do governo municipal, ocasionando assim o fato ocorrido nessa tarde.

O veículo foi apreendido e encaminhado para o pátio da PRF em Santa Rita.

Fonte: Portal Diário 1

Um raio atingiu e matou uma vaca, na tarde deste sábado (18), na comunidade rural de Condado, região metropolitana de Patos, no Sertão da Paraíba.

O fato ocorreu por volta das 15h, no Sítio Caiçara, durante uma chuva torrencial. O raio provocou um estampido que deixou os moradores da localidade assustados e foi ouvido a quilômetros de distância.

Foram divulgados diversos alertas metereológicos sobre a ocorrência de chuvas fortes nas próximas semanas pela região do Sertão paraibano. Dentre as precauções a ser tomadas, é necessário evitar ficar em lugares abertos durante a chuva, e é recomendado desligar aparelhos eletrônicos.

Fonte: Click PB

Denunciada no âmbito da Operação Calvário, a ex-secretário de Estado da Paraíba, Livânia Farias, se condenada, deverá cumprir sua pena em prisão domiciliar, com base em acordo de delação premiada.

Clique aqui e confira acordo de delação

De acordo com os termos propostos pelo Ministério Público da Paraíba, Livânia Farias e sua ex-assessora Maria Laura Caldas podem ser beneficiadas pelo fato de estarem colaborando com o órgão durante as investigações.

No caso da ex-assessora, o MP prevê que como colaboradora, Laura deverá cumprir pena de sete anos, sendo o primeiro em regime semiaberto, passará o dia fora da cadeia e dormirá no presídio. Os outros seis anos, ela cumprirá em regime semiaberto e aberto domiciliar, em vez de ir para o presídio, cumprirá a pena em casa.

Para a ex-secretária, caso condenada, a pena inicial seria de oito anos. Com base no acordo de delação, quatro anos serão cumpridos em regime semiaberto diferenciado com prisão domiciliar, e os outros quatro serão cumpridos em regime aberto diferenciado, também com prisão domiciliar. Ainda segundo o texto, Livânia não usará tornozeleira eletrônica.

Fonte: PB Agora

Prefeitos de 146 municípios paraibanos aderiram ao projeto ‘Fim dos Lixões’, que vem sendo implementado há pouco mais de um ano pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), e assinaram um acordo comprometendo-se a dar o destino adequado aos resíduos sólidos e a recuperar as áreas degradadas pelo depósito de dejetos a céu aberto.

O último acordo de 2019 foi assinado no dia 19 de dezembro, pelo prefeito de Juazerinho, Bevilacqua Matias Maracajá, no gabinete do 2° subprocurador-geral de Justiça, Alvaro Gadelha, que representou o procurador-geral de Justiça Francisco Seráphico.

O gestor municipal se comprometeu a encontrar a solução técnica mais viável para o destino adequado dos resíduos sólidos e a acabar com o lixão de suas cidades até 1° de dezembro de 2020. Já o prazo para adotar as medidas necessárias e recuperar as áreas degradadas pelo lixão é de cinco anos.

Projeto Fim dos Lixões

O acordo de não-persecução penal e o Termo de Ajustamento da Conduta (TAC), integram o projeto ‘Fim dos Lixões’, idealizado pela Procuradoria-Geral de Justiça, pela Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade (Ccrimp) e Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente. O projeto tem o apoio do Ministério Público Federal, da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e Ibama.

A iniciativa começou a ser implementada em 2018, nas regiões de João Pessoa e Guarabira, onde 68 gestores (sendo 18 deles de municípios da região de João Pessoa e 50, da região de Guarabira) e se comprometeram a extinguir seus lixões no prazo de um ano (a contar da data da assinatura do acordo de não-persecução penal) e a recuperar as áreas degradadas no prazo de cinco anos.

“Temos conseguido resultados positivos. Municípios como São Sebastião de Umbuzeiro, Cubati, Prata e recentemente Sapé passaram a dar a destinação adequada aos seus resíduos. Claro que existe uma etapa posterior, que é reparar a área degradada, onde funcionava os antigos lixões. Mas, nós não estamos assinando apenas acordos com os prefeitos; estamos colocando a estrutura do Ministério Público à disposição, a partir do envolvimento com todos os órgãos – Ministério Público Federal, Ibama, Sudema, Famup –, para apoiar os prefeitos na solução a esse grave problema social e ambiental”, disse o procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico.

Do Litoral ao Sertão

Em novembro deste ano, o projeto foi apresentado aos prefeitos dos demais municípios do Estado. Isso porque, de acordo com levantamento da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), 125 cidades das regiões de Campina Grande, Patos e Sousa não dão o destino adequado aos resíduos sólidos.

Desde então, 78 prefeitos dessas regiões já assinaram o acordo e o TAC e se comprometeram a fechar os lixões até 1° de dezembro de 2020. Outros gestores apontados no diagnóstico da Sudema têm comparecido ao MPPB para comprovar que já se adequaram à lei, como é o caso dos municípios de Aguiar, Boa Vista, Massaranduba, Montadas, Riachão do Bacamarte, Serra Redonda, Várzea e São Francisco.

Assinaram o acordo pelo fim dos lixões

18 municípios da região de JP;
50 municípios da região de Guarabira;
21 municípios da região de CG;
39 municípios da região de Patos;
18 municípios da região de Sousa.

Municípios que assinaram o acordo:

Alhandra, Baía da Traição, Caaporã, Capim, Cruz do Espírito Santo, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Itapororoca, Jacaraú, Lagoa de Dentro, Lucena, Mamanguape, Marcação, Mataraca, Pedras de Fogo, Pedro Régis, Pitimbu, Rio Tinto, Alagoinha, Algodão de Jandaíra, Araçagi, Arara, Araruna, Bananeiras, Baraúna, Barra de Santa Rosa, Belém, Borborema, Cacimba de Dentro, Caiçara, Caldas Brandão, Casserengue, Cuité, Cuitegi, Damião, Dona Inês, Duas Estradas, Frei Martinho, Guarabira, Gurinhém, Itabaiana, Juripiranga, Logradouro, Mari, Mogeiro, Mulungu, Nova Floresta, Nova Palmeira, Pedra Lavrada, Picuí, Pilar, Pilões, Pilõezinhos, Pirpirituba, Remígio, Riachão, Riachão do Poço, Salgado de São Félix, São José dos Ramos, São Miguel de Taipu, Sapé, Serra da Raiz, Serraria, Sertãozinho, Sobrado, Solânea, Sossego, Tacima, Amparo, Areial, Assunção, Barra de São Miguel, Cabaceiras, Caraúbas, Esperança, Ingá, Juazeirinho, Monteiro, Natuba, Olivedos
Ouro Velho, Salgadinho, São Domingos do Cariri, São João do Tigre, São Sebastião de Lagoa de Roça, Soledade, Taperoá, Tenório, Umbuzeiro, Água Branca, Areia de Baraúna, Brejo do Cruz, Brejo dos Santos, Cacimba de Areia, Cacimbas, Cajazeirinhas, Catolé do Rocha, Coremas, Desterro, Emas, Imaculada, Jericó, Junco do Seridó, Juru, Lagoa, Mãe D’Água, Malta, Matureia, Nova Olinda, Passagem, Patos, Paulista, Pombal, Princesa Isabel, Quixaba, Riacho dos Cavalos, Santa Luzia, Santa Terezinha, São Bentinho, São Bento, São Domingos de Pombal, São José de Espinharas, São José do Bonfim, São José do Brejo do Cruz, São José do Sabugi, Tavares, Teixeira, Vista Serrana, Aparecida, Bernadino Batista, Cachoeira dos Índios, Cajazeiras, Carrapateira, Joca Claudino, Marizópolis, Monte Horebe, Nazarezinho, Poço Dantas, Poço de José de Moura, Santa Cruz, Santa Helena, São João do, Rio do Peixe, São José de Piranhas, Triunfo, Uiraúna e Vieirópolis.

Fonte: Portal Correio

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Polícia Rodoviária Federal na Paraíba  prendeu, no final da tarde do último sábado (18), no município de Mamanguape, um homem transportando 19,6 kg de maconha em fundo falso de veículo.

A prisão ocorreu durante abordagem realizada na BR 101, km 38, na Unidade Operacional da PRF em Mamanguape. 

O condutor do veículo, um homem de 42 anos, ficou muito nervoso durante a abordagem , o que levantou a suspeita dos policiais. Ao realizar a fiscalização minuciosa ao interior do veículo foi localizado um fundo falso no banco dos passageiros. 

Ao todo foram localizados 19 tabletes de maconha e um saco contendo também uma certa quantia da droga, totalizando 19,6 kg da substância. 

O homem detido informou aos policiais que pegou a droga em Natal/RN e entregaria em Recife/PE. 

O suspeito, a droga e o veículo foram encaminhados à Polícia Civil de Mamanguape.

Fonte: Click PB

A II edição do passeio ciclístico promovido pela prefeitura de Jacaraù através da secretaria de esportes, é um evento que faz parte das comemorações alusivas aos 58 anos do município.

A concentração será no Parque da Criança a partir das 06h00, os ciclistas serão recepcionados com um café da manhã e a largada será as 07h00 com destino a Lagoa Azul.

Durante o percurso a prefeitura estará fornecendo todo o suporte necessário para que o passeio possa transcorrer da melhor forma possível.

Qualquer pessoa poderá se inscrever para participar, basta ter uma bicicleta e disposição!

As pessoas que quiserem participar do evento deverão procurar a secretaria de esportes ou ligar para esse número 98698-3410 para realizar sua inscrição.

A organização do passeio ainda informa que camisas estarão a venda.

Leonardo Bezerra/ Blog do João Moura