O Prefeito do Município de Dona Inês, João Idalino, declarou nesta quinta-feira, 12 de setembro, que está inteiramente à disposição do Ministério Público do Estado da Paraíba (MPE) para prestar qualquer esclarecimento acerca da denúncia de que, supostamente, teria praticado crimes de desvios de recursos públicos.

A declaração do Chefe do Executivo do Município de Dona Inês, é dada após o Ministério Público do Estado da Paraíba, através do 1º Subprocurador-Geral de Justiça Dr. Alcides Orlando de Moura Jansen, presidente da Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e à Improbidade Administrativa – CCRIMP, ter instaurado na segunda-feira (09), um Processo Investigatório Criminal contra o Prefeito, para apurar irregularidades, pela prática em tese de supostos crimes de desvios de recursos públicos.

A suspeita do desvio de recursos públicos está relacionada à locação de uma máquina retroescavadeira para limpeza de barreiros no Município, o que garante o Gestor, que não há nenhuma irregularidade, que tem plena e firme convicção na integridade de seus atos, e que espera a apuração do MPE para provar que em momento algum se utilizou de prática criminosa contra o erário público, e que por isso está tranquilo quanto a denúncia. “Eu sou a pessoa mais interessada na apuração dessa denúncia. Quero mesmo que investiguem. Por isso me coloco a disposição do Ministério Público.” Declarou João Idalino, acrescentando que o serviço de limpeza e construção de barreiros foi feito, que os beneficiários são testemunhas e que o pagamento foi efetuado dentro de sua legalidade.

Questionado sobre o que teria motivado a denúncia do vereador, o Prefeito disse acreditar que há interesse dos seus opositores em manchar a imagem de sua Gestão e que a suspeita de desvio de dinheiro público não passa de uma jogada política criada pelos seus adversários políticos, “o que será provado com a investigação do Ministério Público, órgão do qual nossa Gestão tem sido parceira.” Concluiu.

João Idalino foi vereador por seis mandatos, Presidente da Câmara Municipal, Vice-prefeito por dois mandatos e foi eleito Prefeito nas eleições de 2016, assumindo a Prefeitura em Janeiro de 2017.

Fonte: Manchete PB