Category

POLÍCIA

Category

No início da tarde desta terça-feira (19), os agentes da Delegacia de Baraúna, cidade distantece 36 quilômetros de Mossoró (RN), receberam uma denúncia de que um homem identificado por “Milton da sucata”, havia desferido golpes com uma enxada na cabeça de sua companheira, Flávia Regina do Nascimento, de 43 anos.

Trata-se de Milton Evaristo da Silva, que foi preso em flagrante.

Milton, segundo a polícia, mantinha um relacionamento amoroso com a vítima e ambos costumavam discutir sempre que estavam bebendo. Na tarde de hoje, a discussão do casal culminou com a tentativa de feminicídio.

Os Agentes da delegacia de Baraúna após receberem a denúncia acompanharam a equipe do Samu até o local onde a vítima estava. Flávia ainda conseguiu falar quem teria cometido a agressão.

Com a informação, os agentes se dirigiram até a residência do suspeito, tendo encontrado o mesmo na casa vizinha, deitado em uma rede tranquilamente, e quando perguntado pelos agentes, Milton assumiu que tinha desferido um golpe de enxada na mulher. Disse ainda aos agentes que a arma do crime estava guardada em sua casa.

A equipe de polícia entrou na casa do suspeito onde encontrou a enxada usada no crime já lavado, como tentativa de eliminar provas contra o mesmo. Os agentes apuraram ainda que a discussão começou na residência onde os agentes acharam algumas manchas de sangue no chão, tendo a vítima conseguido fugir para uma rua próxima onde conseguiu ajuda de populares que acionaram o Samu.

Flavia foi encaminhada pelo Samu ao Hospital da cidade e em seguida transferida para o Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró.

Após colherem as evidências no local os agentes conduziram o suspeito para a Delegacia de Baraúna, onde o delegado Paulo Pereira Junior autuou o mesmo por tentativa de feminicidio (Art. 121, § 2º, Inc. VI, c/c Art. 14, Inc. II, ambos do CPB), e o encaminhou ao sistema prisional onde o acusado ficará à disposição da Justiça.

Fonte: De Fato

Quatro homens foram presos pela Polícia Rodoviária Federal na madrugada desta quarta-feira, na BR-101, em São José de Mipibú. Eles estavam com armas e um carro roubado e não obedeceram à ordem de parar em uma ronda.

De acordo com a PRF, o grupo já havia assaltado uma lanchonete em Canguaretama e uma caminhonete em São Gonçalo do Amarante. No roubo da caminhonete duas mulheres foram feitas reféns e liberadas pouco tempo depois.

Na madrugada desta quarta, por volta de 1h, o veículo roubado foi visto pela PRF que fazia uma ronda na BR-101. Os policiais deram ordem de parada, mas os criminosos não obedeceram e tentaram fugir. Houve troca de tiros e o condutor perdeu o controle do veículo e bateu em um muro.

Quatro homens foram presos e o motorista foi socorrido ao hospital após ficar preso às ferragens.

Além do veículo recuperado, foram encontrados com os ocupantes do veículo quatro revólveres calibre 38, uma pistola calibre 380 e um colete balístico. Todas as armas estavam carregadas e alimentadas.

Fonte: G1RN

Os crimes aconteceram na tarde desta segunda-feira (18), nos bairros de Tambaú e da Torre, em João Pessoa

Dois postos de combustível foram alvos de assaltantes na tarde desta segunda-feira (18), nos bairros de Tambaú e da Torre, em João Pessoa. Uma moto com características similares foi vista por testemunhas em ambas as ocorrências.
A primeira ação criminosa aconteceu logo no início da tarde, em Tambaú. Cerca de R$ 250,00 foram levados pelo suspeito. Os frentistas informaram que os elementos chegaram em uma moto vermelha e anunciaram o assalto.

Momentos depois, um novo assalto foi registrado em um posto que fica na Avenida Ministro José Américo de Almeida, no bairro da Torre. Testemunhas afirmaram que o assaltante chegou também em uma moto vermelha. No segundo estabelecimento, a quantia de R$ 800,00 foi levada, segundo os frentistas.

A polícia realizou rondas nas imediações de onde os crimes aconteceram, no entanto, nenhum suspeito foi localizado. Um vídeo mostra o momento em que o suspeito esconde a placa do veículo antes de abordar os frentistas.

Fonte: Portalt5

A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira (19) um mandado de prisão temporária contra o presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), Buega Gadelha, em uma operação que investiga um esquema de corrupção envolvendo um grupo de empresas sob o controle de uma mesma família que vem executando contratos por meio de convênios com o Ministério do Turismo e entidades do Sistema S. Além desse, também são cumpridos três mandados de busca e apreensão. A PF, por meio da Operação Fantoche, estima que o grupo já tenha recebido mais de R$ 400 milhões.

A assessoria da Fiep informou que Buega Gadelha está cumprindo agenda em Brasília e que está esperando a coletiva de imprensa para divulgar nota sobre o caso.

Além de expedir o mandado de prisão contra Buega Gadelha, a Justiça também deferiu o pedido de quebra do sigilo bancário de todos os bens, direitos e valores mantidos em instituições financeiras, no período de 1º de fevereiro de 2012 até 23 de janeiro de 2019.

Segundo a PF, o presidente Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, foi preso em São Paulo. Também foi preso o empresário Luiz Otávio Gomes Vieira da Silva, um dos donos da Aliança Comunicação.

O presidente da Federação das Indústria de Pernambuco (Fiepe), Ricardo Essinger, e outras sete pessoas também são alvos de mandados de prisão.

São cumpridos ao todo 10 mandados de prisão e outros 40 de busca e apreensão, além da Paraíba, no Distrito Federal, Pernambuco, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Alagoas. Segundo a PF, são investigadas a prática de crimes contra a administração pública, fraudes licitatórias, associação criminosa e lavagem de ativos. Duas equipes da Polícia Federal estão mobilizadas em Campina Grande.

A operação conta com apoio do Tribunal de Contas da União (TCU). A investigação aponta que a forma de atuação do grupo costuma utilizar entidades de direito privado sem fins lucrativos para justificar os contratos e convênios diretos com o ministério e unidades do Sistema S.

A maioria dos contratos eram voltados à execução de eventos culturais e de publicidade superfaturados, com recursos desviados em favor do núcleo empresarial por meio de empresas de fachada, de acordo com a PF.

O sistema S inclui entidades como o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o Serviço Social do Comércio (Sesc), o Serviço Social da Indústria (Sesi) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac).

A 4ª Vara Federal da Seção Judiciária de Pernambuco ainda autorizou o sequestro e bloqueio de bens e valores dos investigados.

Fonte: G1PB

O deputado estadual Nabor Wanderley (PRB) foi vítima de um acidente de carro, registrado na tarde desta segunda-feira (18), em um trecho da BR-230, próximo a entrada do município de Juarez Távora, no Agreste da Paraíba, enquanto deslocava com a equipe dele de Patos para João Pessoa.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente envolveu apenas o carro do deputado, que saiu da pista e capotou. Em nota, a assessoria de comunicação do deputado informou o motorista capotou o carro após ter perdido o controle do veículo, em consequência da pista molhada.

Ainda conforme a PRF, duas pessoas ficaram levemente feridas. O deputado Nabor Wanderley não sofreu ferimentos.

Fonte: G1PB

A Polícia Civil de Caicó, na região Seridó potiguar, investiga o furto de 75 quilos de explosivos em uma pedreira da cidade. O roubo foi percebido por funcionários da empresa na manhã da última sexta-feira (15). O caso foi confirmado pela Polícia Militar e pela Polícia Civil.

A empresa fica localizada dentro do município, às margens da RN-288, próximo à saída para o município de São José do Seridó. A suspeita é de que o crime tenha acontecido durante a madrugada da sexta.

As investigações são conduzidas pela Delegacia Municipal de Caicó. Segundo o delegado Ricardo Brito, a Polícia Civil não pode divulgar nenhuma linha de investigação e ainda não descarta nenhuma possibilidade. Porém lembrou que geralmente o material é usado em detonações de caixas eletrônicos. O caso, inclusive, foi notificado à Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deicor), em Natal, que apura esse tipo de crime.

“Pelo que foi visto no local, pelo menos duas pessoas agiram no local. Quebraram uma grade e cobogós”, informou. De acordo com ele, os explosivos eram bananas de dinamite que já estavam prontas para detonação.

Ainda de acordo com Brito, há suspeita de que os criminosos tinham conhecimento sobre o que encontrariam dentro do prédio. “Havia vários explosivos lá, muito mais do que eles levaram, mas eles só pegaram o que estava pronto para detonação. É como se já soubessem que encontrariam aquilo ali”, explicou.

Uma perícia foi realizada no local e a delegacia aguarda o relatório do Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep) para saber se os arrombadores deixaram alguma impressão digital no local.

Ainda de acordo com o delegado, a empresa armazenava o material de maneira correta, seguindo as orientações do Exército Brasileiro.

Fonte: G1RN

A Polícia Militar apreendeu duas espingardas artesanais e um facão com os suspeitos de terem tentado roubar o carro de um PM em Macaíba neste domingo (17). Seis pessoas foram detidas e levadas à delegacia. Destas, dois adolescentes foram apreendidos e um homem ficou preso.

De acordo com a polícia, o cabo da PM passava em uma rua no bairro Vila São José, quando foi abordado por quatro criminosos, que chegaram atirando. O policial trocou tiros e mais assaltantes apareceram. Ao todo, 10. A intenção era levar o veículo do PM.

O cabo então desceu do carro e se abrigou atrás de uma mureta, de onde continuou a trocar tiros com os bandidos. Depois disso, chamou reforço e recebeu apoio de uma unidade do 3º Batalhão da Polícia Militar.

Os policiais fizeram uma busca e encontraram parte dos suspeitos com as armas. Um dos adolescentes apreendidos está ferido e foi levado parta o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, na Zona Leste de Natal.

Fonte: G1RN

Na tarde desta segunda-feira(18), um aluno invade a escola Assis Chateaubrian de Campina Grande, localizada no bairro do Jose Pinheiro e tenta agredir diretora a golpes de facão.

Foi grande o corre-corre de todos que estavam no interior da escola na tentativa de se livrar do agressor.

As marcas ficaram nas portas da instituição de ensino, a policia Militar foi acionada e ao chegar no local conseguiu deter o mesmo.

Segundo informações o aluno estava drogado e enfurecido, tudo aconteceu porquê a diretora reclamou por motivos de desordem no interior da instituição de ensino, o aluno se retirou e voltou golpeando tudo que via a sua frente.

O menor foi conduzido pela polícia Militar a Central De flagrantes e apresentado a autoridade plantonista para ser realizado os procedimentos cabíveis.

Fonte: QAP24H – Marcos Aurélio Repórter

A casa lotérica Mina da Sorte, localizada no centro da cidade de Belém (PB), foi arrombada durante a madrugada desta segunda-feira (18). A ação criminosa foi registrada por volta das 03h.

De acordo com às informações cerca de três elementos praticaram o crime. Eles estavam em um veículo na cor prata. Segundo o responsável da lotérica, a quantia levada foi de aproximadamente R$ 9.000.00 (nove mil reais).

Câmeras de segurança instaladas na lotérica registraram toda movimentação dos assaltantes e as imagens foram recolhidas pela polícia que investigará o caso.

Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia da cidade.

Fonte: ManchetePB

Segundo a polícia, elas seriam profissionais do sexo e faziam ponto perto de uma agência bancária, no Geisel

Foram presas, na madrugada deste domingo (17), duas travestis suspeitas de praticar roubos nas imediações da Central de Polícia, no bairro do Geisel, Zona Sul de João Pessoa. Segundo a polícia, elas seriam profissionais do sexo e fazem ponto perto de uma agência bancária. As vítimas seriam motoristas de aplicativo.
Policiais da 5ª Companhia efetuaram a prisão após receberem a denúncia da prática de roubo nas imediações. Elas foram abordadas pelos policiais e levadas para a Central de Flagrantes. Lá elas alegaram que as vítimas seriam clientes que teriam se negado a pagar pelos programas.

De acordo com a polícia, elas são suspeitas de cometer o crime após solicitar corridas em aplicativos de transporte. As travestis seguem detidas e devem passar por audiência de custódia.

Fonte: Portalt5