Category

POLÍCIA

Category

O delegado Francisco Abrantes Moreira, da Delegacia de Polícia Civil de Sousa, Sertão paraibano, requereu na manhã deste sábado (20), a prisão temporária do indivíduo Artur Garrido da Silva, de 33 anos de idade, acusado de matar sua companheira, a agricultora Fabiana Ferreira da Silva, de 30 anos. O pedido será analisado pelo Poder Judiciário da comarca de Sousa.

Artur Garrido já responde a um processo na justiça por agressão a uma outra mulher, segundo informou o delegado seccional, Ilamilto Simplício. “O Grupo Tático Especial (GTE) e a Polícia Militar estão a sua procura”, assegurou a autoridade policial.

O crime aconteceu na noite desta Sexta-feira Santa quando o casal participava de uma bebedeira no Sítio Floresta, zona rural de Sousa. Testemunhas relataram em depoimento que acusado e vítima teriam discutido por motivos banais. Em dado instante, Artur efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu a cabeça de Fabiana Ferreira.

Após o crime, o suspeito foragiu levando a arma. O corpo da vítima foi encaminhado ao NUMOL do IML, na cidade de Patos para o procedimento de exame cadavérico.

Quatro feminicídios em uma semana

Este é o quarto caso de feminicídio no estado da Paraíba somente nesta semana. As outras vítimas foram Ana Priscila Viana e Tâmara Oliveira Queiroz, mortas em João Pessoa e Dayse Auricea Alves, assassinada em Campina Grande:

Veja o vídeo:

Fonte: Blog do Levi

Vizinhos teriam acionado a Polícia Militar. A idosa relatou aos policiais militares que o filho tem transtorno bipolar, usa medicamento e que ele tinha consumido bebida alcoólica.

Um homem foi preso suspeito de agredir a mãe e causar ferimentos no rosto, pescoço e braço da idosa de 67 anos. A prisão foi executada na tarde deste domingo (21), no bairro do Cristo, em João Pessoa.

Vizinhos teriam acionado a Polícia Militar. A idosa relatou aos policiais militares que o filho tem transtorno bipolar, usa medicamento e que ele tinha consumido bebida alcoólica.

Ela foi atendida pelo Samu e o filho foi encaminhado à Delegacia da Mulher.

Fonte: Click PB

Foto: Secom/PB

Uma mulher e uma criança foram atropeladas por uma viatura durante uma perseguição policial no bairro Aricanduva, na Zona Leste de São Paulo, na noite deste sábado (20).

O acidente ocorreu por volta das 19h10, na Rua Bela Vista do Sul, altura do número 150. O PM que dirigia a viatura perdeu o controle do veículo que colidiu contra um poste e atropelou as vítimas.

A mulher e a criança foram socorridas ao Hospital Santa Marcelina. Não há informações sobre o estado de saúde dos feridos.

Os policiais também ficaram feridos e foram socorridos ao Hospital Geral de Guarulhos e ao Pronto-Socorro do Tatuapé.

Fonte: G1

Foto: TV Globo

Um motorista de caminhão foi autuado com 30g de maconha  20g de haxixe, por volta das 17h desta sexta-feira (19), no km 278 da BR-230, próximo ao município de Santa Luzia, no interior da Paraíba.

Segundo o motorista, a droga era para consumo próprio. A droga foi encontrada após inspeção na cabine do veículo.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou a carreta realizando uma ultrapassagem em local proibido, inclusive forçando a saída para acostamento de um veículo de passeio que vinha no sentido contrário.

O motorista, que tem 48 anos, apresentou documentação conforme solicitado. Ele deixou a cidade de Fortaleza (CE) com destino a Campina Grande e não estava carregado.

Através da leitura dos registros do tacógrafo, foi constatado que o motorista estava descumprindo a lei do descanso (que exige 8h de descanso entre as viagens).

Ele vai responder na Justiça pelo porte e consumo de drogas e sofrerá multas pela ultrapassagem proibida, direção perigosa e descumprir a lei do descanso.

Fonte: Click PB

Foi preso na manhã desta sexta-feira (19) o homem suspeito de matar a companheira e deixar o corpo dela em uma construção abandonada no bairro de Mangabeira, Zona Sul de João Pessoa.

Segundo a polícia, o homem foi preso quando estava indo para casa horas após cometer o crime. No momento da prisão, ele confessou o assassinato e disse que o motivo foi ciúme. O suspeito foi encaminhado para a Central de Polícia Civil.

O crime

Segundo a Polícia Militar, vítima e suspeito tinham uma relação conturbada. A mulher já teria sido vítima de violência doméstica e ameaças. Tanto ela, quanto familiares, chegaram a denunciar o suspeito à Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher. Como não tem endereço fixo, o homem nunca chegou a ser localizado pela polícia.

A vítima teria sido assassinada em um terreno baldio vizinho à construção abandonada onde o corpo foi deixado. Peritos foram acionados para analisar as circunstâncias do crime. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Feminicídio

Este é o terceiro caso de assassinato de mulher noticiado pelo Portal Correionesta semana. Na segunda-feira (15), a secretária da Educação de Boa Vista, Dayse Alves, foi morta a tiros pelo marido, Aderlon Bezerra de Souza, em um motel em Campina Grande. Após o crime, ele se matou.

Outro assassinato seguido de suicídio aconteceu nessa quinta (18), na Capital. O gerente de uma concessionária de veículos no bairro da Torre disparou três tiros contra a ex-companheira e, logo depois, deu um tiro no próprio ouvido.

Fonte: Portal Correio

Um homem foi assassinado a golpe de faca durante uma briga de vizinhos, na noite desta quinta-feira (18), em Alagoa Nova, no Brejo paraibano.

Heronide Gregório da Silva, de 39 anos, foi atingido foi perfurado próximo a clavícula. Ele ainda chegou a ser socorrido para o hospital da cidade mas não resistiu ao ferimento morreu.

O jovem Renilson da Silva Neri, de 18 anos, é apontado como o suspeito do crime e está foragido. De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava armada com um facão na hora que foi ferido.

Ainda segundo a PM, vítima e acusado já tinham rixa antiga e isso pode incentivado a desavença que acabou com uma morto.

Fonte: MaisPB

A Polícia Militar recapturou um dos integrantes da quadrilha de assaltantes de bancos que foi resgatada no ataque ao Presidio PB1, no ano passado, em João Pessoa. Ary Muniz da Silva, de 39 anos, foi preso durante a Operação Renascer, realizada pela PM na cidade de Várzea, nessa quarta-feira (17), no Sertão da Paraíba.

Policiais que atuam na área do Comando do Policiamento Regional II (CPR – II) realizavam uma blitz da operação quando abordaram o carro que o acusado vinha dirigindo, que tinha placas de Caruaru – PE. Ele se identificou por outro nome, mas acabou sendo reconhecido pelos policiais militares como um dos foragidos do PB1, apontado como integrante do bando que motivou o ataque à unidade prisional. O preso disse que estava vindo da cidade de Campina Grande e iria para o município de Caicó, no Rio Grande do Norte.

Ary Muniz tem uma extensa ficha criminal e já foi preso praticando crimes também nos Estados do Rio Grande do Norte, Minas Gerais e São Paulo. Ele teria atuação em roubos a bancos, carros-fortes, estabelecimentos comerciais, carros e homicídios.

O acusado é o 68º preso do PB1 recapturado, desde setembro do ano passado. Ele foi apresentado na Polícia Federal, em Cabedelo, na região metropolitana de João Pessoa.

Fonte: Portal WScom

O corpo de uma mulher foi encontrado na manhã desta sexta-feira (19), em Mangabeira, em João Pessoa. A vítima, identificada como Ana Priscila do Rêgo Viana, de 31 anos, apresenta ferimentos provocados por arma branca e o companheiro dela, Cleonildo Poncio Leon de Oliveira, de 39 anos, está sendo procurado como suspeito do homicídio.

Policias da delegacia que investiga crimes contra a mulher foram até o local após serem informados que a vítima estava sendo agredida, mas, chegando ao bairro, já a encontraram ela sem vida.

De acordo com a polícia, a mulher já havia feito denúncias de agressão contra o suspeito com o qual tinha um filho de um ano, mas como ele não tinha residência fixa não foi localizado.

A Polícia Militar isolou a área até a chegada da perícia e do delegado que investigará o caso. A PM e com a Polícia Civil realizam diligências para tentar localizar e  prender o suspeito do crime.

Fonte: Mais PB

Dois homens foram presos por policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) nas últimas 24h, na cidade de Pilões. A primeira prisão aconteceu na noite dessa quinta-feira (17), no Sitio Pau D’Arco, localizado na zona rural, por embriaguez e ameaça depois que a guarnição do Destacamento local foi solicitada, através da linha direta. A vítima informou que o irmão estava com sinais de embriaguez alcoólica e praticando desordem dentro de casa, além de fazer ameaças contra ela e a mãe. Os policiais, sob o comando do sargento Vieira, se dirigiram até o local e constataram a veracidade da denúncia, sendo o suspeito preso e conduzido à Delegacia de Polícia Civil.

Na tarde desta quinta-feira (18), no Sítio Pintura de Cima, também na zona rural, a guarnição policial realizava rondas quando foi acionada através de um telefonema para a linha direta, informando que um homem estaria em um bar praticando desordem. De imediato, a guarnição foi até o local e constatou o fato. O suspeito foi preso e encaminhado à delegacia, onde foi autuado em flagrante por embriaguez e desordem.

Fonte: Assessoria do 4º BPM

Uma mulher de 39 anos foi assassinada a tiros pelo ex-companheiro, na tarde desta quinta-feira (18), no local onde trabalhava, uma concessionária de veículos que fica no bairro da Torre, Zona Norte de João Pessoa. O suspeito cometeu suicídio após matar a vítima.

De acordo com a TV Correio, a vítima estava trabalhando quando o ex-companheiro chegou ao local armado com um revólver calibre 38. Após uma breve discussão, o suspeito atirou contra a mulher e em seguida se matou.

Ferida, ela foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma da Capital, mas não resistiu e morreu.

A motivação para o crime teria sido o fato do suspeito não aceitar a separação. O local do foi isolado e a Polícia Civil vai usar imagens de câmeras de monitoramento da concessionária concluir a investigação.

Fonte: Portal Correio

Foto: Instagram/ Bayeux Jovem