O delegado Francisco Abrantes Moreira, da Delegacia de Polícia Civil de Sousa, Sertão paraibano, requereu na manhã deste sábado (20), a prisão temporária do indivíduo Artur Garrido da Silva, de 33 anos de idade, acusado de matar sua companheira, a agricultora Fabiana Ferreira da Silva, de 30 anos. O pedido será analisado pelo Poder Judiciário da comarca de Sousa.

Artur Garrido já responde a um processo na justiça por agressão a uma outra mulher, segundo informou o delegado seccional, Ilamilto Simplício. “O Grupo Tático Especial (GTE) e a Polícia Militar estão a sua procura”, assegurou a autoridade policial.

O crime aconteceu na noite desta Sexta-feira Santa quando o casal participava de uma bebedeira no Sítio Floresta, zona rural de Sousa. Testemunhas relataram em depoimento que acusado e vítima teriam discutido por motivos banais. Em dado instante, Artur efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu a cabeça de Fabiana Ferreira.

Após o crime, o suspeito foragiu levando a arma. O corpo da vítima foi encaminhado ao NUMOL do IML, na cidade de Patos para o procedimento de exame cadavérico.

Quatro feminicídios em uma semana

Este é o quarto caso de feminicídio no estado da Paraíba somente nesta semana. As outras vítimas foram Ana Priscila Viana e Tâmara Oliveira Queiroz, mortas em João Pessoa e Dayse Auricea Alves, assassinada em Campina Grande:

Veja o vídeo:

Fonte: Blog do Levi