Dois homens são presos em flagrante pela prática de violência contra a mulher nas cidades de João Pessoa e Cabedelo

A Polícia Civil da Paraíba, através das Delegacias da Mulher da Zona Sul (João Pessoa) e de Cabedelo, autuaram dois homens por violência doméstica. Eles foram presos em flagrante delito e processados por agressão física, injúria e ameaça às suas companheiras.

O primeiro caso ocorreu na cidade de Cabedelo, onde Josilvando Souza Silva injuriou e ameaçou a sua esposa, Elineusa dos Santos Silva. Eles são casados há 37 anos e têm quatro filhos adultos.

Segundo a delegada da Mulher de Cabedelo, Ivanisa Olímpio, o acusado “arranjou uma briga nos bares e chegou em casa querendo uma foice, quando a mulher não sabia onde estava, pois ele mesmo tinha guardado. Então ele agrediu a mulher com uma tapa nos peitos e esta caiu sentada numa cadeira. Josilvando também a agrediu moralmente, tendo chamado a atenção dos vizinhos, que acionaram a Polícia Militar. A PM compareceu ao local e efetuou a prisão em flagrante incurso na Lei Maria da Penha”, esclareceu.

Ainda segundo a delegada, a esposa do acusado não ficou com lesão física, mas representou contra ele e solicitou medida protetiva.

O segundo caso aconteceu no sábado, dia 13, no bairro de Jardim Veneza, na Capital, onde o mecânico Maike de Oliveira Ferreira, de 26 anos, foi preso em flagrante delito, acusado por sua namorada de agredi-a verbal e fisicamente. Após uma discussão entre o casal, Maike chegou a morder os lábios da companheira e quebrar o seu celular, tudo motivado por ciúmes. Ele foi levado para o plantão da Delegacia da Mulher, onde foi autuado em flagrante e encaminhado para a carceragem, devendo ser apresentado à audiência de custódia.

Fonte: MaisPB