Uma menina de 7 anos fantasiada de abelha ficou gravemente ferida ao ser baleada no pescoço, em Chicago (EUA), durante um tiroteio entre duas gangues, de acordo com informações da Associated Press. O homem que se acreditava ser o alvo dos tiros tem 30 anos e foi atingido na mão, disse o porta-voz da polícia Anthony Guglielmi.

A garota estava pedindo doces nas casas, uma tradição americana no Halloween, ao mesmo tempo que um grupo perseguia um homem na rua, no bairro Little Village. Alguém no grupo abriu fogo, disse a polícia, acertando a criança.

“Isso é inaceitável”, disse o sargento Rocco Alioto. “Uma menina de 7 anos que estava pedindo doces com sua família teve que levar um tiro porque um grupo de rapazes quer atirar em outro homem.

” O atirador usava uma máscara como a que Jason veste nos filmes “Sexta-feira 13”, disse Guglielmi, acrescentando que os investigadores encontraram uma arma que pode ser aquela usada no tiroteio.

A menina foi baleada na parte inferior do pescoço e levada às pressas para um hospital em estado crítico, segundo o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Larry Langford. Ela tinha um quadro estável na sexta-feira.

O homem ferido, que levou um tiro na mão esquerda, foi levado para um hospital em boas condições de saúde.

Os investigadores receberam várias dicas sobre o crime nas horas seguintes aos tiros, e a polícia recuperou um vídeo de câmeras de vigilância que mostra pessoas envolvidas no tiroteio ou pessoas que conhecem quem estava envolvido.

O tiroteio aconteceu em uma data em que as crianças normalmente lotam as ruas. Mas em Chicago, por causa do clima com neve, o número de crianças era menor que o normal.

A menina foi uma das várias pessoas baleadas em cidades dos EUA durante as atividades noturnas do Halloween. Na comunidade de Orinda, Califórnia, na área da baía de São Francisco, a polícia disse que quatro pessoas foram mortas em uma festa. E na cidade de Roosevelt, no centro de Utah, dois homens foram mortos em uma festa, embora as autoridades não tenham dito como eles morreram.

Fonte: UOL

Foto: John J. Kim/Chicago Tribune/AP