Em comunicado oficial, o COB defendeu que os Jogos Olímpicos de Tóquio sejam adiados para o próximo ano. Evento começa em julho.

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) pediu que os Jogos Olímpicos de Tóquio fossem adiados em um ano. Assim, as Olimpíadas poderiam ser realizadas em 2021. Tudo por causa do surto do coronavírus que tem se espalhado pelo mundo. No início da semana o Comitê Olímpico Internacional (COI) confirmou a manutenção dos Jogos para julho deste ano.

O COB segue portanto uma leva de federações internacionais que estão pedindo o adiamento dos Jogos Olímpicos. O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) já tinha dito que queria que os Jogos Paralímpicos fossem adiados para 2021. Nesta sexta-feira (20), o nadador brasileiro Bruno Fratus fez duras críticas ao modo como o COI tem conduzido toda a questão.

Nesta semana, o COB e o CPB fecharam os seus centros de treinamentos. Assim, boa parte dos atletas brasileiros têm encontrado dificuldade para realizar os seus principais treinamentos. Isso porque, nos dois casos, esses centros de treinamento são vistos como as únicas opções de locais de treinamentos para esses atletas.

Críticas

decisão do COI de manter os Jogos Olímpicos para julho gerou uma avalanche de críticas. Federações, dirigentes, atletas, jornalistas e torcedores têm criticado fortemente a decisão. Neste sábado (21), a Confederação norte-americana de natação pediu que os Jogos fossem adiados. Mas eles foram desautorizados pelo Comitê Olímpico norte-americano.

Seja como for, até o presente momento os Jogos Olímpicos de Tóquio seguem confirmados para o mês de julho. Para ser mais preciso, a Cerimônia de Abertura está marcada para o dia 24. Assim, Tóquio terá poucos meses para decidir se continuará ou não com a data prevista inicialmente.

Fonte: Torcedores.com