Category

POLÍCIA

Category

Um homem de 50 anos foi agredido com uma barra de ferro, na noite deste domingo (20), em João Pessoa. A vítima conseguiu correr e pediu ajuda em um posto de combustível, no bairro da Torre. 

Testemunhas informaram que a vítima chegou ao local ferido e pedindo ajuda, e que ele estaria assistindo uma partida de futebol quando foi atacado. 

O Samu foi acionado para socorrer o homem. De acordo com um dos socorristas, o paciente estava consciente, porém apresentava desorientação. A vítima sofreu lesões nas costelas, fratura na mão, corte no supercílio e laceração. 

A Polícia Militar também foi acionada e alegou que a vítima apresentava sinais de embriaguez.

O motivo da agressão e o responsável por ela não foi informado. 

Fonte: Click PB

A Polícia Rodoviária Federal prendeu na noite de ontem, sexta-feira (18), um homem com 2 kg de cocaína durante abordagem no município de Mamanguape. Foi a segunda prisão no mesmo dia por tráfico de drogas realizada no mesmo local pela PRF.

A abordagem ocorreu na BR 101, km 38, a um veículo Cobalt que seguia de Natal para Recife. A droga estava escondida embaixo do banco do traseiro do veículo. No momento da fiscalização, o condutor, um homem de 24 anos, ficou muito nervoso, elevando a suspeita dos policiais, que realizaram uma fiscalização minuciosa ao veículo, localizando a droga escondida.

A PRF vem intensificando as ações de combate ao crime em todo o Estado da Paraíba com reforço na fiscalização.

Fonte: PB Agora

Um homem foi morto a facadas na manhã desta sexta-feira (18), em Campina Grande. De acordo com o comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Francimar Vieira, o suspeito do crime é o irmão da vítima, que teria esfaqueado o irmão após uma discussão entre eles por causa de uma xícara de café. O suspeito, que também ficou ferido, foi socorrido e levado para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade.

O caso aconteceu por volta das 9h, no bairro Monte Castelo. Conforme o comandante da PM, a vítima, que é vendedor ambulante, teria chegado na casa do irmão para pegar uma garrafas que iria vender na cidade. Ao entrar no local, a vítima teria entrado em uma discussão com o irmão por causa de uma xícara de café.

“Tudo hoje é cercado de intolerância. Infelizmente, o irmão matou o outro por causa de uma besteira, uma xícara de café. Eles entraram em luta corporal, a vítima foi atingida com três facadas na região do pescoço e morreu ainda no local. O suspeito do crime foi levado para o hospital, mas já recebeu alta e está sendo levado para a Central de Polícia Civil”, informou Francimar Vieira.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande. Conforme a polícia, o suspeito, identificado como Davi, já tem passagem pela polícia. Até as 11h desta sexta-feira, o homem já havia recebido alta médica e havia sido conduzido à Central de Polícia para esclarecimentos do caso.

Fonte: G1 PB

O ex-zelador de uma escola particular foi condenado pela Justiça por participar dos casos de estupro praticados contra crianças e adolescentes dentro do banheiro do colégio. O julgamento aconteceu na última segunda-feira (14), em João Pessoa. A condenação foi de 24 anos e seis meses de reclusão em regime fechado.

Em nota, o Colégio Geo reforçou que “diante do fato, de imediato, a escola orientou os pais dos menores a procurarem a polícia, entendendo que esse era um caso para tal, em sequência, fez o desligamento do então acusado, preservando o sigilo da investigação, uma vez que ela ocorre em segredo de Justiça” e que a escola fez a “ampliação do número de câmeras, aperfeiçoou o sistema de acesso ao interior da escola, tanto para funcionários, como para alunos e visitantes, contratou seguranças para áreas externas e formou comitês com representação dos pais”.

No dia 11 de março, três adolescentes foram apreendidos em João Pessoa suspeitos de estuprarem uma criança de oito anos dentro de uma escola particular. As apreensões aconteceram em decorrência de mandados judiciais após processo que tramita em segredo de justiça desde maio de 2018. O ex-zelador suspeito de participar nos estupros foi preso no dia 15 de março.

O processo dos três adolescentes apreendidos também já foi concluído. Quatro adolescentes foram condenados, no dia 24 de abril, pelo juiz da 2ª Vara da Infância e Juventude em João Pessoa, Luiz Augusto Souto Cantalice, pelo ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável. Um deles está foragido. Eles foram condenados à pena de internação, que prevê reanálise da necessidade da manutenção, no máximo, em 06 meses.

Pelo menos quatro crianças e adolescentes foram tratadas como supostas vítimas do caso. A investigação seguiu em segredo em justiça.

Primeiro caso

investigação começou em maio de 2018, com a denúncia da primeira vítima, uma criança de 8 anos, que disse ter sido estuprada dentro do banheiro do colégio Geo. O processo começou a tramitar em segredo de justiça desde o primeiro depoimento.

Os abusos vieram à tona após a mãe de uma das vítimas receber um aviso da escola que comunicava que o filho dela estava indo com muita frequência ao banheiro. Além disso, a criança também passou a ter um “comportamento agressivo e também choroso”. “Em conversa com a mãe, a vítima contou sobre os abusos e a investigação foi iniciada”, disse a delegada Joana D’arc Sampaio.

Fonte: G1 PB

Foto: TV Cabo Branco

Na noite dessa quinta-feira (17), um idoso de 64 anos foi baleado durante um assalto, na cidade de Bananeiras.

Segundo as informações o homem estava em um bar quando foi abordado por dois criminosos armados que estavam em uma motocicleta.

A dupla roubou relógio, anéis, além de R$ 1,9 mil em dinheiro e depois atiraram na vítima.

O homem foi socorrido para o Hospital de Trauma de João Pessoa com um tiro na nádega, passou por procedimentos médicos de emergência e teve alta.

Até a manhã desta sexta-feira (18) ninguém havia sido preso.

Fonte: PB Agora

Um homem foi morto na noite desta quinta-feira (17), suspeito de assaltar um mercadinho, no bairro Portal do Sol, em João Pessoa. De acordo com informações da Polícia Militar, ele estaria cometendo assaltos na região.

Testemunhas informaram que quatro homens estavam em duas motos, quando dois deles abordaram um cliente do mercadinho, enquanto a outra dupla se dividia na ação criminosa. Um deles  entrou no estabelecimento e o outro permaneceu na moto, aguardando do lado de fora. 

Uma pessoa desconhecida reagiu e houve troca de tiros e um dos suspeitos foi atingido. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Já um adolescente foi rendido e apreendido pela polícia.

Os outros dois tentaram assaltar um homem que estava dentro de um carro na frente do mercadinho, quando ouviram os tiros e fugiram.

A Polícia não tem informações de quem teria reagido e atirado nos assaltantes. A PM segue em diligência a procura dos suspeitos foragidos. 

Fonte: Click PB

Uma conta anônima no Instagram fazendo ameaças à escola Papa Paulo VI, em Cruz das Armas, assustou pais de alunos em João Pessoa. O caso veio à tona na manhã desta quinta-feira (17), após a mãe de um aluno fazer a denúncia na TV Arapuan.

A mãe, que não quis se identificar, enviou várias capturas de tela que mostravam uma conta chamada “Massacre Papa Paulo 2k19” fazendo ameaças à escola. As imagens foram encaminhadas à produção do Sistema Arapuan.

Na apresentação do perfil diz que na escola “quem erra é o certo e o certo é o errado”. A descrição continua dizendo que há “drogas, bebida e reprovação. só vê os que acham fracos então tudo isso vai ter volta”

O perfil foi apagado, mas as capturas de tela mostram ainda outras ameaças e até a foto de um revólver.

Denúncia

A mãe disse que se preocupa pelo fato de acreditar tratar-se de um aluno que pode entrar armado na escola.”Daqui que a polícia entre já tem morrido muita gente”, disse. A mulher acrescentou ainda que uma rede wi-fi de dentro da escola teve o nome modificado para ‘massacre dia 17’.

A diretor da escola, Tereza Vidal, contou que já procurou a Polícia Militar e a Secretaria de Educação, além da Comissão das Escolas Cidadãs Integrais. Ela foi orientada a fazer um Boletim de Ocorrência e, em seguida, pediu ajuda à polícia para se fazer presente e dar mais segurança.

“Não podemos entrar em pânico diante de ameaças de internet, pode ser alguém de fora, ou da escola, mas não estamos aqui para julgar, mas sim mostrar os fatos como são. O pânico foi causado pelas famílias e comunidade, mas dentro da escola está tudo tranquilo. A PM está nos ajudando e contribuindo para ter aula normal”, disse.

A diretora destacou que na tarde desta quinta-feira (17) às 14h tem reunião com representantes da Segurança Pública, Educação e Conselho Tutelar para tranquilizar os pais.

O início

As ameaças começaram na sexta-feira (11) e na segunda-feira (14) a diretora procurou a polícia. De acordo com professores pode se tratar de um aluno revoltado, já que ele faz menção ao que está certo ou errado, mas estão todos assustados porque temem que aconteça o que já aconteceu em outros estados e fora do país.

Apesar do temor, os professores esperam que tudo não passe de uma brincadeira, mesmo assim, a polícia continua realizando rondas na escola para tentar coibir qualquer ação má intencionada.

A escola Papa Paulo é tradicional no bairro e atende cerca de 500 alunos da comunidade.

Mais um caso

Esta não é a primeira vez que uma ocorrência do tipo acontece. Na semana passada o Ministério Público abriu um Procedimento Administrativo para promover a coleta de informações a respeito de uma possível ocorrência de atentado em uma Escola no bairro Tambiá, em João Pessoa.

Na ocasião, o procedimento visava coletar informações, depoimentos, certidões e demais diligências necessárias para averiguar um texto deixado no banheiro masculino da Escola Estadual Professor Luiz Gonzaga de A. Burity, no dia 06 de maio.

A responsável por este caso é a promotora de Justiça de João Pessoa Gardênia Cirne de Almeida.

Fonte: Paraiba.com.br

Um grupo de seis homens agrediu um jovem, na noite desta quarta-feira (16), no bairro do José Américo, em João Pessoa. A vítima de 19 anos, informou que estava em uma moto voltando para  casa quando foi surpreendido pelo grupo.

Ainda de acordo com a vítima, eles anunciaram o assalto e passaram a agredir o jovem com pedaços de madeira. Após a agressão, os suspeitos fugiram levando celular, dinheiro e a moto da vítima. 

O jovem foi socorrido para o Hospital de Trauma de João Pessoa.  O estado de saúde não foi informado.

Até o momento ninguém foi preso. 

Fonte: Click PB

Foto: Ilustrativa

Uma mulher de 47 anos foi morta na frente da neta, de apenas 12 anos, na madrugada desta quarta-feira (16) na cidade de Fagundes, na região Metropolitana de Campina Grande.

Segundo informações policiais, dois homens encapuzados chegaram ao local à procura do filho da vítima, como não encontraram, assassinaram a mulher. A menina teria presenciado tudo.

O homem que era procurado, ainda de acordo com a polícia é envolvido com tráfico de drogas. Não há indícios de que a vítima tivesse algum envolvimento com a criminalidade.

Fonte: PB Agora

A Polícia Militar da Bahia divulgou nesta quarta-feira (16), o edital para o concurso público com mil vagas para soldado e remuneração de R$ 3.410,58. As inscrições podem ser realizadas a partir da próxima segunda-feira (21), no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), responsável pelo certame.

Confira o edital

No total são 900 vagas para policiais homens e 100 para mulheres. O edital exige idade entre 18 e 30 anos, altura mínima de 1,65 (homens) e 1,55m (mulheres), além de Carteira Nacional de Habilitação B.

Os interessados poderão se inscrever até o dia 25 de outubro de 2019.

As provas serão aplicadas no dia 19 de janeiro e serão divididas em duas etapas no mesmo dia, uma prova objetiva e outra discursiva.

Fonte: Click PB